Vida profissional x pessoal

0
92

Atualmente o ritmo acelerado do cotidiano nos coloca diante do dilema de equilibrar o tempo entre a vida profissional e pessoal.

Constantemente fazemos escolhas em prol da carreira e que afetam a vida pessoal. Porém, nos esquecemos de que a vida pessoal ainda é mais importante que a carreira e que deverá ser encarada como a carreira mais longa que teremos.

Temos um aumento muito grande da expectativa de vida o que nos colocará em boas condições físicas em meio a uma terceira idade, aonde teremos com certeza encerrada nossa carreira como a conhecemos e nos restará uma segunda carreira que talvez venhamos a desenvolver ao longo dos anos, e ainda teremos a nossa vida pessoal pela frente.

Portanto, quanto mais olhamos para a questão, mais percebermos a real importância da vida pessoal (ter uma família, amigos, lazer, enfim os pequenos prazeres do dia-a-dia que também nos motivam a um melhor desempenho profissional).

Você deve estar pensando que tudo isto é muito interessante, mas se não nos dedicarmos a nossas carreiras não teremos como pagar pela nossa vida pessoal.

E você está certo neste ponto, porém o desafio que temos hoje é o de conciliar ambas, mas antes de tudo temos que entender a real importância de uma e de outra e a partir daí podemos pensar em formas efetivas de gerenciamento do tempo e de estabelecimento de metas pessoais e profissionais.

– Quando foi a sua última avaliação de desempenho feita pela sua família?

– Será que passaríamos numa avaliação de desempenho familiar?

– Quando que você colocou na sua agenda: Jantar com meus filhos, levar minha esposa ao teatro ou visitar meu irmão?

Bem, este é um bom momento para se repensar a maneira como encaramos esta questão e para achar formas de melhor otimizar o nosso tempo. As empresas exigem cada vez mais dos profissionais que estão trabalhando muito mais horas do que o que seria aconselhável. E o que vemos é que ao invés da tecnologia servir ao homem, o homem está servindo a tecnologia.

Num ambiente que em muito contribui para uma perda efetiva da qualidade de vida:

– Ritmo de trabalho muito acelerado e por vezes desumano ( e-mail,face,twiter,instagram, reuniões, Internet, computadores)

– Senso de urgência e impaciência – temos que ter uma performance boa no trabalho, visto que as empresas estão se atendo muito a avaliação de resultados obtidos.Aliás,a analise das empresas,constata só metas e não desempenho e conhecimento.

Os e-mails, telefones celulares e outros tantos mecanismos de comunicação ao invés de facilitar o trabalho, trouxeram o trabalho para a sua vida pessoal de forma efetiva ao passo que sua vida pessoal está indo para o trabalho de maneira lenta: Iniciativas de tele trabalho, horários flexíveis. . .uma vida sem hora, tempo, uma vida louca.
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here