Vera Bavaresco

0
123

O destaque dessa semana é uma mulher que está sempre de bom humor, que tem um currículo que faz dela uma profissional cobiçada e evidenciada pelo mercado. Vera Bavaresco é uma competente e estudiosa executiva que se preparou e se prepara constantemente para o seu dia a dia. O respeito e a simplicidade são suas marcas.

Me chamo Vera Bavaresco, graduada em publicidade, graças à Gagá Celente, que aceitou a minha transferência do jornalismo, pós- graduada em marketing pela PUC RS, mestre em Gestão e Negócios pela Unisinos e pela Universidade de Poitiers na França.

Estou presidente do GAV, até março de 2018.

Sou casada com um jornalista, o Antonio Bavaresco Jr., e juntos demos origem a série de meninas Bavas, a Mariana com 21 anos, estudante de jornalismo, super ligada na vida digital, na música e em poesia e a Gabriela, com 14 anos, muita serenidade e foco total no que quer. Ah, tem também o Zeus, um filhote que adotamos e hoje, esta mistura com pitbull lindo parece um pônei, mas amamos.

Tenho pai militar e mãe dona de casa, (também como trabalhar, se nos mudávamos a cada 4 anos?), 2 irmãs que amo e tudo de moral e ética que acredito meus pais nos ensinaram.

O mestrado entrou na minha vida aos 50 anos e foi um grande desafio, pois além de estar trabalhando e mantendo as minhas atividades de mãe e esposa, tinha ainda o desafio da língua e da distância de casa.

Porém, a sensação de superação, ao ser titulada como mestre nas duas Universidades e ainda ter o artigo Consupmption, Crisis and Coping Strategies of Lower Class Families in Brazil: a Sociological Account of Consumer Studies, tendo a mim como co-autora , publicado no International Jornal of Consumer Studies foi extraordinário.

Neste mesmo período, foi quando montei o planejamento estratégico de mudança da Rádio Farroupilha, onde ela assumiria uma identidade mais voltada a atitude social, com público mais jovem, obedecendo às características do público popular e na plataforma FM.

A partir deste período de 2 anos sem vida social, e tendo que abraçar tudo isso, tenho certeza absoluta de que, nós mulheres, somos seres privilegiados por podermos cuidar com competência de várias coisas ao mesmo tempo.

Comecei minha carreira como mídia, na Símbolo Propaganda, como estagiária.

Após passar por outras experiências em agências, fui trabalhar em veículo no marketing da Zero Hora.

Já na área comercial, passei por vários meios como, rádio, revista, jornal e tv.

Nesta área, tenho 5 momentos muito marcantes. Um já mencionei acima, a mudança da rádio Farroupilha.

Outro foi como gerente comercial da Rede Atlântida, pois tive a grande oportunidade de ter acompanhado o nascimento do Planeta Atlântida, desde a sua concepção, num croqui, sob o Comando do saudoso e querido Renato Sirotsky, fato que por uma feliz coincidência se deu na mesma época em que a Mariana já incomodava na barriga. Neste período, fazíamos de tudo um pouco, desde ir grávida, sozinha, para praia, ver onde ficariam as bandeirolas da Coca Cola, uma das patrocinadoras do evento, até fechar o serviço gourmet do camarote vip.

Ainda na Rede Atlântida, tive outro grande privilégio, que foi a estruturação e comercialização do Programa X, até aquele momento, o programa de rádio que teve a maior repercussão do entretenimento do Grupo RBS em audiência e faturamento.

Outro destaque, que exigiu de mim muito do lado sensível e espiritual, foi o retorno ao SBT em 2007, após aquele terrível acidente do avião da TAM, onde vários amigos nos deixaram. Atendendo a um convite do Luizão, que assumia a direção regional, eu retornei à casa como gerente comercial, num momento onde todos encontravam-se totalmente fragilizados emocionalmente. Naquele momento, nossa tarefa transcendeu a relação profissional, pois tivemos que, antes de estruturar a ação comercial, realizar uma reestruturação, em conjunto com todos os colegas, na energia, na vibração e na auto estima de todos nós, para podermos nos reerguer e tocar a vida material.

Foi, sem dúvida, o maior desafio que enfrentei, pois o envolvimento emocional que tínhamos com os que partiram era enorme.

Por fim, destaco a grande virada que o Grupo RBS realizou em abril deste ano, onde todos nós tivemos de rever paradigmas e vivenciarmos uma nova forma de trabalhar e de nos relacionarmos com os meios, o mercado e internamente. Está sendo uma grande oportunidade podermos exercitar a venda consultiva e ter um olhar 360 sobre as estratégias de nossos clientes.

 

Esta sou eu! Gosto da vida, acho que não podemos passar por aqui sem deixar nossa marca, acredito no amor, nas relações humanas, na fé, amo estar com minha família, amo viajar e auxiliar o próximo e acredito que estamos aqui para cumprir uma missão: sermos felizes!

Obrigada Nenê por me deixar falar um pouco de mim.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here