Gil Kurtz Gonçalves

0
1783

O destaque dessa semana é um cara que é um lutador, teve seus bons e maus momentos no mercado, mas com calma, paciência e usando do tempo e das suas virtudes e sabedoria foi suplantando e hoje é um player do mercado que tem uma posição e que cultiva seus bons e fiéis clientes.

Gil Kurtz Gonçalves, mais conhecido como Gil Kurtz, nasceu em Santa Maria em 30/03/1962. Filho do jornalista João Batista Gonçalves e da manicure Dileta Albrecht Kurtz, tendo cinco irmãos (Alberto, Maria, Jorge, Miguel e Gondil). Viveu até os 10 anos na cidade de Guaporé. Estudou no Colégio Monsenhor Scalabrini, onde também fazia aulas de violão. Na época, com mais dois colegas, criou a banda Os Vagabundos.

Em 1973, a família mudou-se para Porto Alegre e ele estudou no Ildefonso Gomes e depois no Julinho. Após a conclusão do ensino médio, foi para PUC estudar publicidade e propaganda.

Foi casado com a médica Sandra Helena Machado. Fruto dessa união nasceu Luciana Machado Kurtz Gonçalves, que, no ano que vem, se forma também em medicina. Posteriormente, casou com a relações públicas Claudia Praetzel e tem o filho, João Praetzel Kurtz Gonçalves, jornalista.

Seu principal hobby é a gastronomia, principalmente, as cozinhas francesa, português e italiana. Gosta de pratos mais trabalhados, mas, também curte os rápidos tipo um omelete de lascas de bacalhau ou uma salada mista com cogumelos Paris recheados com gorgonzola.

 

Carreira

Começou a trabalhar aos 15 anos como office-boy e estudava durante a noite no Julinho. Depois, virou auxiliar de departamento de pessoal na Jalfim Telecomunicações. Naquela época seu sonho era outro: queria ser radialista. Fruto da influência de seu tio, o jornalista e radialista, Abel Gonçalves.

Em 1980, fez um curso de locução e rádio teatro com um consagrado radialista e diretor de rádio novela, Tulio Amaral. A indicação foi do seu tio. Em 1981, fez curso de locutor na Feplam para ter o registro profissional.

Graças às amigas Janice e Mirna ele conseguiu ser apresentado para um importante jornalista e colunista do Correio do Povo, Osvil Lopes, que prontamente lhe apresentou para um importante programador de rádio, Edson Marchiori mais conhecido como Kamarão. Esse cooperou para que ele gravasse o primeiro piloto chamado Discos e Dicas. Isso para que Gil se candidatasse a locutor. Enquanto ainda não tinha entrado para nenhuma rádio, ele aproveitava algumas brechas de tempo e ia assistir locutores gravarem comerciais no estúdio do famoso Pedro Amaro.

Kamarão o apresentou para o diretor de programação da então rádio Metrópole FM, Paraguassu Farias. Para ganhar experiência, Gil trabalhou durante seis meses todos os domingos de manhã sem remuneração.

Em junho de 1983, lendo os classificados de Zero Hora, encontrou um anúncio para contratação de locutor. Enviou o piloto do programa e seu então “currículo”. Duas semanas depois, recebeu a ligação do dono da emissora, Wolmir Hubner, da rádio Progresso. Não a conhecida de Ijuí, mas sim, uma emissora que seria inaugurada em novembro daquele ano. A cidade: Descanso, no extremo oeste catarinense. Foi convidado para ir à cidade e ser entrevistado pelos diretores. Lá foi ele. Pegou um ônibus, foi até Erechim e depois outro até São Miguel do Oeste. Os funcionários da rádio foram buscá-lo e o levaram para Descanso, 30 km da cidade. Foi contratado. Voltou se desligou da empresa que trabalhava e em setembro foi para Descanso e em novembro daquele ano a emissora entrou no ar oficialmente. Em março de 1984, Paraguassu Farias convidou Gil para voltar a Porto Alegre como contratado da Metrópole FM. Aceitou, mas, três meses depois, a RBS comprou a emissora e a transformou em uma rádio feita somente com locutoras. Ele ficou desempregado e começou a produzir um programa que vendia para rádios do interior

Gil já conhecia o publicitário Cado Bottega, que já tinha sua agência, a Artefacto. A mesma tinha mais três sócios (Antônio Borowski, Henrique Rosa e Solon Saldanha) e por ser muito nova a empresa não tinha clientes de mídia. No entanto, possuía um jornal de bairro, ideia do Borowski, chamado Z4 e que circulava em Belém Novo. Alguns meses depois, criaram o jornal Mercado Público. Naquele mesmo ano, a agência conquistou suas duas primeiras contas: Madeireira Balestrin e Compumídia Computadores. No final daquele ano, Gil foi convidado para trabalhar na rádio Imigrantes FM em São Leopoldo. No período da tarde trabalhava na agência. Em 1985, foi convidado para trabalhar na Universal FM, da rede Pampa, junto com Ivan Fritz, Reginaldo Daniel, Mauri Grando e Clóvis Dias Costa. Em 1986, foi para a Band FM a convite do Edson Marchiori. Naquele ano, a empresa de publicidade conquistou outros dois importantes clientes a Cautol Veículos e Massas Pavioli. Em 1987, a agência começou a trabalhar para a Grendene. O trabalho na agência cresceu significativamente e, então, Gil abriu mão do rádio.

No inicio de 1990, ele juntamente com Cado Bottega e Henrique Rosa criaram a Upper, que durante muito tempo teve uma carteira respeitável e foi uma das três agências mais importantes do mercado gaúcho. Reconhecida por sua competência em planejamento e exuberância criativa foi a 1ª agência gaúcha e única a conquistar um Leão de Ouro em Cannes.

O publicitário também, na época, foi o mais jovem publicitário gaúcho a conquistar o Prêmio Publicitário do Ano pela ARP – premiação que só se recebia uma vez. Outra face dele é o seu engajamento em entidades associativas ligadas ao estímulo ao empreendedorismo. Foi Vice-Presidente da Federação dos Jovens Empresários do RS, Presidente da AJE – Associação de Jovens empresários de Porto Alegre e Presidente da ADVB RS.

Em 2005, foi provocado por Carlos Gerdau Jonnhpeter para pensar em um novo modelo de negócio que contemplasse uma face de comunicação, mas não apenas isso. Juntamente com Roger Born e Richard Schwambach realizou dezenas de brain. O modelo reuniria a competência do Born, especialista em Planejamento Estratégico e outras ferramentas de gestão com a do Gil, comunicação. Surgiu a Vossa Estratégia e Comunicação, pioneira, no Brasil, nesse novo modelo que logo em seguida foi seguido por outras agências. Sempre inovando, a empresa, esse ano, lançou mais um serviço de consultoria: competitividade internacional liderada pelo Mestre em Relações Internacionais e professor universitário, Cezar Roedel. E logo, segundo ele, terá mais novidades nessa nova linha de trabalho.

Entre os clientes que utilizam ou utilizaram os serviços da Vossa nas diferentes áreas, Gil cita ATP, ECBrasil, Ferramentas Gerais, Frizzo, Goldfarb/PDG, Grupo Cortel, Grupo Iesa, Frizzo, Jornal do Comércio, Motley & Rice (maior banca de advocacia do mundo na área de litigância) MRV, Rice Tec, Sapore Benefícios, STICC, TEU!, UPF entre outros.

Finalizando, o publicitário cita com orgulho o depoimento que um dos mais respeitados homens do mercado de anunciantes do mundo, Rafael Sampaio fez sobre a Vossa:

“Mais e mais os anunciantes precisam de agências e empresas de serviços de marketing capazes de ampliar as fronteiras de seu conhecimento, de seu pensamento e de sua ação – seja através de equipes e competências próprias, seja através de redes colaborativas. É mais e mais difícil separar as estratégias e gestão dos negócios das empresas de seu marketing e de sua comunicação. A Vossa tem oferecido aos anunciantes brasileiros, a partir de Porto Alegre, essa visão ampliada e esse espectro mais abrangente de competências , antecipando-se , com isso, aos que deverá ser um dos modelos mais frequentes de um futuro não muito distintante.”

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here