Rosângela Lopes

0
214

O destaque dessa semana é uma pessoa que além de muito amiga e de grande talento, tem uma relação profissional com esse colunista de longos anos. Rosângela Lopes é conhecida pelo seu empenho e por se aprofundar nas demandas e trabalhos de seus clientes. Em todos os lugares que passou a Rô só deixou portas abertas por sua dignidade e caráter. Hoje está na Agência Moove, onde foi merecidamente escolhida atendimento do ano do prêmio ARP 2017.

 

Vivi a dúvida entre a Psicologia e a Comunicação Social, mas como a vida é feita de escolhas, cedi ao encanto da Publicidade e Propaganda. Me formei na Famecos em 1990.

Sou de natureza determinada e inquieta, dois atributos que me ajudaram muito nesta trajetória. Tão logo ingressei na faculdade, ainda no primeiro semestre, acreditei que precisava respirar “já” o ar de uma agência para escolher meu espaço de atuação. Foi na Símbolo que vivi os tempos áureos da propaganda e escolhi ser Atendimento.

Escolhida a área, então era o momento de observar, aprender e traçar meus objetivos e metas profissionais. Nos quesitos objetivos e metas fui focada e resiliente pra chegar até aqui.

Minha mãe era auxiliar administrativa, saía todas as manhãs comigo a tiracolo para a creche em turno integral. Meu pai era representante comercial, sindicalista que viveu toda a revolução de 1964 de forma participativa e intensa. Curti minha infância em uma casa com muito espaço, onde aprendi a tirar goiaba do pé com uma taquara e uma latinha na ponta, aprendi a colher abacate, comer ameixa e amora no pé. Uma infância dividida com meu único irmão, um grande profissional da área de educação física.

Faço um review profissional ao longo desses mais de 20 anos e o saldo é muito positivo. Depois da Símbolo, tive a oportunidade de conhecer outras áreas de atuação da comunicação, quando trabalhei contigo Nenê, na tua Produtora Cultural, onde o aprendizado sobre Lei Rouanet foi bastante enriquecedor para meu currículo.

Quando recebi meu diploma, já havia alçado vôo e tendo uma experiência muito importante para minha trajetória: do outro lado do balcão, ocupando a posição de Cliente, como supervisora de publicidade e propaganda na maior Redes de Hotéis da região sul do país, Rede Plaza de Hotéis. Fiquei lá por 4 anos vivendo o papel de Cliente atendida pelas grandes agências MPM e McCann Erickson.

Com a oportunidade de viver novas áreas de atuação da comunicação e de ser Cliente, era o momento de retornar ao mercado de agências de onde nunca mais saí.

E neste momento, entrava para o meu currículo a Martins & Andrade, agência que me deu a oportunidade de duas longas e grandes passagens. Primeiro, como Executiva de Atendimento e depois como Diretora de Contas.  Nessa agência, construí e enriqueci meu portfólio e meus círculos de amizades. Fiz grandes amigos que carrego comigo até hoje. Um dos meus grandes patrimônios.

Nesse meu momento profissional foi dada a virada tecnológica no nosso mercado. As coisas aconteceram de uma forma absurdamente veloz. Nossos processos de trabalho, que até então eram extremamente customizados e muito manualizados, começaram a ter uma grande interferência de novas ferramentas, o que começou a dar maior agilidade e assertividade por conta dos meios digitais. Aqui mudou o jogo, não é mesmo? E foi preciso correr, se atualizar, quebrar paradigmas, se preparar para o que vinha pela frente.

Após a Martins, tive a grata oportunidade de passar pela DCS e pela Competence.

Destaco a minha passagem de 8 anos pela Competence, como Diretora de Marca, como uma estada muito importante na minha carreira, lugar onde adquiri muito conhecimento.  Uma empresa inquieta e dinâmica focada em resultados que me proporcionou entender claramente as palavras metas e desafios.

Hoje faço parte do time da Moove, como Diretora do Núcleo de Governo e Banrisul. Agência que foi chegando devagarinho, construindo seu espaço, olhando para o futuro e mostrando a que veio com o Prêmio de Agência do Ano no Salão da Propaganda 2.017. Como já disse em outros momentos, devo a essa agência, todo meu conhecimento atual sobre comunicação pública. Um segmento de atuação bastante delicado pelos diversos processos e burocracias a serem cumpridas e principalmente por lidarmos com dinheiro público. Sou muito grata pelo convite para fazer parte desta equipe e pela a oportunidade de dar continuidade nesta gestão do trabalho iniciado na gestão anterior como Diretora de Atendimento do Banrisul.

Falando um pouquinho da vida fora do trabalho, trouxe muito dos atributos que estabeleci na minha vida profissional, ao longo deste tempo, para minha vida pessoal. Objetividade, determinação, disponibilidade e amor pelo que eu faço são atributos que também desenvolvi na relação com a Sophie, minha única filha, fruto do casamento de 7 anos com o Raul Moreau Junior. Somos amigas e parceiras desde o primeiro momento que nos olhamos. Ao contrário do que muitos pensam, nem tudo é conto de fadas, discordamos de muitas coisas e brigamos muito, mas nunca ficamos sem nos falar por mais de algumas horas. Kkkkkk Logo logo fazemos as pazes e lá na última linha fica o respeito que estabelecemos uma pelo espaço da outra.

Estudante de arquitetura, herdou de mim a inquietude, tipo a fruta que não cai longe do pé e neste ano buscou exercitar a vida de empreendedora e com todo meu apoio. Lançou uma marca de biquínis e está se saindo maravilhosamente bem com seu negócio. Orgulho master do meu ” bebê” kkkkkk (agora ela me mata).

Sou uma Mãe dedicada, participativa dos assuntos dela, companheira e desde sempre não abro mão de um momento nosso, férias com a Sophie é um momento de muita importância desde que ela nasceu. É a oportunidade de nos conhecermos um pouco mais, de conversamos, de passar a limpo alguns pontos importantes da nossa relação, onde estabelecemos metas para um futuro próximo. E isso é fundamental na minha relação com ela. Por isso, a cada ano programamos uma ou duas viagens pra longe de casa. E assim curtimos o nosso momento.

Aqui em POA moramos na Zona Sul. Tenho uma necessidade muito grande de estar perto da água, ver o horizonte, sentir o ar livre e ver este lindo por do sol da área vip de Porto Alegre. Talvez pela minha passagem pelo Rio de Janeiro por alguns anos, trouxe comigo essa necessidade. Vivemos na “ZS” há mais de 15 anos. Amo e não me importo de atravessar a cidade pra trabalhar todos os dias há mais de 10 anos. Amo conhecer todo mundo, do restaurante que almoço à costureira, da Pet que meus “Filhotes de Patas” frequentam ao meu salão de beleza. Amo a simplicidade que este bairro tem. Por onde ando me sinto em casa.

E falando em simplicidade, atributo que coloquei na minha vida há algum tempo, um adendo especial a ele. Queria agradecer, pois desde que começou fazer parte do meu dia a dia, me ensinou a olhar as coisas de outro ângulo, me apresentou a paz, a tranquilidade e a humildade que muito me fazem bem e que me transformam em uma pessoa melhor todos os dias. Simplicidade obrigada por me ensinar a descomplicar a vida e me proporcionar momentos únicos na minha rotina.

Esta rotina tão tranquila. De coisas simples. Tipo adoro TV. Chego em casa e vou ligando todas e sim gosto de novelas. Como diz Dado Schneider: – Isso nos acalma. Kkkkk. Adoro minha casa, meu cantinho, minha paz, por isso prefiro receber os amigos a sair. Um churrasquinho, um sushizinho (amo sushi), um risotinho, um espumante ou uma boa caipirinha, bebida que estou me especializando 🙂 , muito papo e boas risadas.

Pra finalizar, a minha grande paixão e uma grande revelação. Minha paixão: Amo o Rio de Janeiro. Pelo menos uma ou duas vezes por ano volto para matar a saudade da época que morei lá. Aquela fotografia sem igual, costumo dizer que Deus não criou um lugar, sim uma obra de arte. Adoro conviver com a diversidade local de quem nasceu ou mora na cidade por algum motivo. Adoro aquele todo mundo junto e misturado. Aquele mar e aquele dia que inicia cedo com uma volta de bike na orla e termina tarde com um voleizinho na beira da praia em qualquer época do ano. Sinto que vivo mais quando estou por lá.

Revelada minha grande paixão, agora a grande revelação. Tenho como objetivo voltar a morar na cidade maravilhosa e envelhecer por lá.

Meta de vida: Sushi, espumante, sol e praia. Reunir os quatro acompanhados da minha filha. Não preciso de mais nada pra continuar a ser feliz.

Obrigada, Nenê Querido pelo convite para participar da tua Coluna. Foi um grande prazer contar um pouco da minha trajetória de vida. Um beijo grande no coração.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here