Marco Aurelio Crespo Albuquerque

0
87

RODA VIVA

Por Marco Aurelio Crespo Albuquerque – Psiquiatra na cidade Porto Alegre/RS, Moinhos de Vento.

Assistindo a entrevista dele ontem no Roda Viva, e para quem viu ou ouviu falar do seriado The Americans, não há mais dúvida que Sérgio Moro é um agente da CIA infiltrado entre nós. No seriado um casal de espiões russos vive como se americanos fossem, daí o título, é óbvio. Agem como cidadãos normais, falam inglês sem sotaque e os filhos comem hambúrguer e vivem imersos no “american way of life” como qualquer adolescente naquele país. Exatamente como o juiz Moro. É a única explicação para sua conduta completamente pró-americana, tentando implantar entre nós ideias estranhas à cultura nacional, tais como probidade administrativa, investigação ampla e pública dos delitos, contra a impunidade e a favor de prender quem praticar crimes e por eles for condenado. Todas estas ideias, como se sabe desde o descobrimento, são avessas aos nossos costumes centenários. Além disso, o que o denuncia, para olhos experientes como os meus, é seu português correto, suas ideias com início, meio e fim, perfeitamente articuladas e com argumentos baseados em fatos, ao invés de desejos e crenças, seu gosto pelo estudo e pela leitura e seu inglês não fluente (parte do disfarce, obviamente). Mas nossos contraespiões, habilmente disfarçados de ministros do STF, estão a ponto de desmascará-lo e neutralizar todas as suas atividades antibolivarianas em território nacional.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here