Ricardo Rosa

0
517

O Destaque dessa semana é um cara de muita credibilidade, que topa todas as paradas, que tem uma capacidade de venda incrível. Ricardo Rosa é um sujeito aberto, transparente e amigo de fé.

Acompanho os destaques do Nenê há muito tempo e me sinto honrado em estar escrevendo e contando um pouco da minha história.

Vou começar pelo hoje, pois hoje é o dia mais importante das nossas vidas apesar de ter certeza de que tomamos as nossas decisões de agora, baseadas nas experiências que vivemos e apreendemos nos dias anteriores aos de hoje. Completei 60 anos no ano passado, em junho próximo serei avô, a Print Sul completou esse ano 30 anos de atividades na comercialização de publicidade em nosso mercado. As constantes alterações e a velocidade absurda com que tudo muda nessa vida louca e frenética, e ai não estou falando apenas na publicidade, mas sim em todos os demais relações e paradigmas que estamos quebrando a cada dia. Se manter atualizado, aceitar os novos valores e formatos de relações e aproveita-los é o grande desafio que enfrento a cada dia que acordo.

Fui criado com valores firmes de integridade e responsabilidade, e acredito que consegui aproveita-los durante todos esses anos de relação com o mercado de agências e anunciantes. Sempre defendi minhas convicções e o esforço pelo trabalho ao limite da minha capacidade, uma marca que fiz valer em todos esses anos. Brincadeiras, tipo não avisaram que era impossível e ele foi lá fez, esse cara não desisti, Josef Cliver e muitas outra me enchem de orgulho, pois muito cedo percebi que quem não nasce com um talento extraordinário ou gênio deve trabalhar mais e melhor do que os outros para poder ter sucesso, ou tá fadado a um fracasso que admito pra mim. Para aqueles que não me conhecem e estão lendo essa matéria, sou do perfil irrequieto e empreendedor por essência.  Nesses 30 anos de atividade como representante de veículos, criei e participei de vários outros projetos e para não parecer conversa fiada vou relacionar alguns, tais como: Loja de Roupa Infantil Baby Kid, minha esposa é que tocava. Uma das primeiras Locadora de Vídeo  com o meu sempre amigo Plinio Monte da Rocha, o 2º Escritório Virtual de Porto Alegre, o mega projeto Sem Vento que mereceria um capitulo a parte, Revenda de Carros , Construção de Imóveis para venda, Sites e Portais de venda de publicidade pela Internet  Freee Price, Calhau, Banco de Ofertas de Mídia e mais recentemente o Complexo de Lazer e Serviços para Motociclista O Friends Mortorcycle Pub. Todo mundo diz e sabe que quem faz  o que se gosta, tem muito mais chance de dar certo e ser feliz. Adoro gente e relacionamentos, amo ter a oportunidade de discutir situações e achar soluções e por isso a cada dia que passa mais tenho mais energia e vontade de criar projetos e faze-los acontecer. Sei que não tenho a mesma paciência para tocar operações que sejam sistemáticas ou burocráticas. Preciso estar pensando, fazendo acontecer alguma coisa acontecer, acho que meu lado criança de brincar até deixar de gostar e substituir por outro brinquedo, em mim é muito forte e assim levo essa vida em busca de metas e momentos felizes para lembrar para sempre.

Minha história na propaganda começa como contato direto (venda porta a porta) na então TV Gaúcha. Pra quem é mais antigo, Jose Mauricio, Felipe Viana, Jutai e os contatos Paulo Vasques (Paulão) Tadeu, Ricardo Vieira, Tatú  e outros que por la passaram. Fiquei apenas um ano, mas muito bem aproveitado. Com o resultado foi contratado para ser o gerente (de mim mesmo) da Rádio Eldorado para comercialização em agências. Lembro que levava um Radio Transglob  hiper potente para poder provar que a Radio existia, pois o sinal  era muito fraco e direcionado a periferia e no Morro Santa Tereza a onde ficavam as agências, quase não pegava. Quando cheguei 100% do faturamento eram os Bailões e depois de dois anos e com inclusão das Lojas de Varejo, JH Santos, Soberana, Manlec e demais o faturamento cresceu mais de 500%. Nessa época a Rádio Guaíba FM com seus musicais rotativos estavam pensando em contratar um comercial pró ativo, que fosse ao mercado oferecer seus produtos, pois até então os clientes agendavam as visitas na rádio e iam lá comprar suas programações. Vocês acreditam isso !!! Seis meses depois do início do trabalho todos os musicais rotativos estavam vendidos e com medo de perder o emprego por não ter o que fazer comecei a inventar novos produtos. Um dia saudoso Ênio Berwanger (Diretor da Empresa)  me chamou para que eu explicasse por que tinha feito aquilo, pois o Dr. Breno Caldas havia convocado para uma reunião com ele para saber quem havia autorizado esses novos programetes, pois estava ouvindo muitos anúncios na radio dele.   Resultado apareceu e fui promovido para a Guaíba AM, com o João Manoel de parceiro nas vendas, o Adauri Regis de Apoio e o Jose Augusto Barth de Gerente da Emissora. Foi um período dos mais fáceis da minha carreira. Vender Guaíba naquela época com Ranzolin, Lauro e sua equipe Esportiva era só uma questão de trabalho e isso nunca me incomodou.

Missão cumprida, e nessa época a TV Pampa estava por assinar com a Rede Manchete e em função do trabalho na Rádio Eldorado fui chamado para assumir a Gerencia de Emissora, com a expectativa de uma programação qualificada e que pretendia mexer com a audiência da Globo, grande sonho que não se configurou. Foram seis anos de muito trabalho e um pos graduação de gestão sobre pressão. Entrei como Gerente, promovido a Diretor e finalmente como Superintendente Comercial, nos seis anos que trabalhei na Rede Pampa.

Como o encolhimento da Pampa e o pouco êxito da programação da Manchete em termos de audiência, resolvi empreender e depois de um trabalho de planejamento foi criada a 3R – Ricardo Rosa Representações. Dois anos depois com a expansão para os mercados de Santa Catarina e Paraná teve sua razão social alterada para Print Sul   Representações, que completou esse ano 30 anos de atuação em nosso mercado. Tudo começo com objetivo ser uma empresa especializada no Meio Revista. Inicialmente em revistas dirigidas, que na época eram muito valorizadas e depois fomos abrindo o leque e acabamos entrando na Abril por intermédio da Editora Azul com as Revistas Contigo, Caricia, Boa Forma, Set Cinema e Vídeo, Fluir, Bizz, Saúde títulos que a Abril eram sócia e acabou incluindo em seu portfólio.

Nesses 28 anos de representação da Abril, foram dezenas de Gerencias, Diretorias e alterações de estratégica e formatos, mas nenhuma tão radical como a que estamos vivendo nesse momento de ajustes de estruturas, novos posicionamentos, lançamentos de novos produtos e descontinuidades de outros, principalmente buscando o formato de negócio que tenha audiência e mantenha rentabilidade. Tenho conversado com muita gente e vários se manifestam preocupados com o futuro da mídia impressa e tenho dito que o que está havendo é uma adequação a realidade atual de hábitos de consumo. Logo se chegará a um patamar estável de audiência, e pra mim sempre que houver relevância na informação, haverá audiência e nesse processo sempre teremos clientes que vão querer estar no meio e aí haverá a comercialização publicitária. Simples assim.

O momento da Print Sul é de conquista de novas opções de mídia e produtos e a consolidação dos que temos, hoje   representamos de todas as plataformas Regionais de Abril Comunicações e mais de 1000 painéis, entre digitais e estáticos, nos 10 Maiores e Melhores Aeroportos do Brasil por intermédio da Coletiva Futuro e seu projeto diferenciado incluindo a Sustentabilidade e o Bem Social como parceiros na venda de publicidade, que todos deveriam conhecer.

Para terminar   esse encontro, quase uma historioterapia, tenho e tive uma vida feliz, uma família linda, uma carreira que ainda falta muito por fazer, muitas histórias pra contar, muitos desafios e metas para buscar e pronto para superar tudo que a vida tiver para me apresentar.

Um dia desses conversando com um amigo, ele estava se queixando da dificuldade de dormir em função dos problemas que estava enfrentando, e eu comentei que sou muito bom de cama, pois deito e durmo. Acredito que o motivo é por que tenho absoluta convicção que fiz o meu melhor e se por ventura não foi o que alguém ou alguma empresa queria ou imaginava que deveria ser feito, essa certeza do meu melhor ter sido feito me faz dormir tranquilo e acordar descansado e feliz para mais um dia de batalha.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here