Arlete Bernardes

0
30

Humanizando Marcas 

Por Arlete Bernardes – Sócia-direta da Humanizando Marcas. 

A primeira agência de comunicação do Brasil com foco nas experiências e conexões emocionais dos consumidores.

Abrir uma empresa em meio a uma crise econômica e política, num estado que patina para prosperar, foi um ato de muita coragem e não nos impediu de olhar à frente. A vontade de empreender e de colocar em prática anos de vivências em agências, veículos de comunicação, congressos internacionais, empresas e meio acadêmico, foi imensamente maior.

Mas era preciso encontrar um oceano azul para navegar porque o mercado publicitário está repleto de propostas e profissionais muito competentes.

Assim nasceu a Humanizando Marcas Curadoria de negócios, uma agência com uma proposta original e contemporânea, inquieta e provocadora. Acredita que a combinação do design, branding e identidade como experiência emocional trará aos negócios uma performance de vendas melhor e com mais lucratividade.

Marca humanizada gera conexão, preferência, engajamento, lações emocionais e fidelização. A Humanizando Marcas desenvolveu uma matriz própria, construída a partir de estudos realizados na última década, especialmente no mercado europeu, que necessitou se reinventar para economia continuar a girar.  Aborda questões que ampliam a possibilidade da marca estar inserida neste novo movimento de consumo e auxilia o gestor a cruzar a lógica do mundo dos negócios com a emoção do mundo dos consumidores.  A forma de trabalho da agência consiste em compor parcerias com grandes profissionais brasileiros que atuam aqui fora do Brasil, onde se forma uma rede de colaboração eficiente e inteligente. Em meio a tantos estudos, a agência formatou modelos específicos de pesquisa qualitativa inspirados no mestre Marc Gobé e outros. Um jeito novo de pensar o negócio.

Cada vez mais o mercado passa a perceber a importância do branding emocional para o sucesso dos negócios e suas relações. Por outro lado, as empresas estão sentindo a dificuldade em criar essas relações com seus pares, seus consumidores, seus colaboradores uma vez que está difícil criar um relacionamento neste mercado tão cheio de produtos, serviços e marcas. Criar experiências marcantes, inusitadas, surpreender, emocionar passou a ser um caminho sem volta.

O gerenciamento da marca se tornou um desafio complexo nos últimos anos, extrapolando a tradicional esfera dos bens embalados e passando a ser vital para todas as empresas. Construir relevância na mente e no coração das pessoas, não tem sido uma tarefa fácil, princípio básico de construção de marca. O desafio é entender que criar marcas é uma relação de pessoas para pessoas.

No site da Humanizando Marcas, na aba experiência, contemplamos diversos cases de marcas humanizadas espalhadas pelo mundo, que podem servir de inspiração para tantas outras marcas. Retratamos isso também na página do FB e Insta, é uma maneira de dividir com as pessoas novas propostas, novos aprendizados, novas descobertas,

Hoje no mundo há sempre uma nova ideia ou um novo produto com um curto período para usufruir de sua “exclusividade”, antes que uma ideia nova e melhorada apareça.  Só sobreviverão marcas humanizadas, marcas emocionais construídas com propósitos e valores claros e pode ter certeza de que encontrarão e continuarão sendo admirada por grandes fás no mercado.

A essência para os negócios prosperarem está em encantar, fidelizar, envolver, viver na pele do outro, conectar. A estratégia é uma ferramenta de descoberta onde conectar pessoas às marcas é a principal missão de uma empresa. E o passaporte para o sucesso são as conexões emocionais nela criadas. Estar atenta a todas as manifestações das marcas, suas oscilações, suas progressos e avanços é nossa inspiração.

Trabalhamos um ano como home office (2017) e agora estamos em novo endereço no Trend Offices da 24 de outubro.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here