NOTAS 25-05-2018

0
154

FÁCIL

Aumenta e diminui, mas deixa o consumidor pagar sempre mais. O Dr. Pedro Parente pouco está se lixando para o povo brasileiro. Camioneiros parados, nada comigo! Insumos e comida disparando de preços, nada comigo. O que o governo vai fazer não sei. Eu vou continuar com minha política. Dane-se! Eta povo sofrido e desamparado. Só tem um lado que faz e pode tudo.

BRASIL DE IDEIAS

O governador José Ivo Sartori e o diretor-presidente da Celulose Riograndense, Walter Lídio Nunes, foram os convidados edição do Brasil de Ideias, evento da Revista Voto que aconteceu nesta sexta-feira (25) no British Club. O tradicional ciclo de debates da Revista VOTO, teve como tema “Há caminhos para o Rio Grande avançar?” e reuniu líderes políticos e empresariais.

Desde que assumiu o governo, José Ivo Sartori promove uma série de mudanças estruturais para ajuste das contas públicas e modernização do Estado. Além do corte de gastos com diminuição de secretarias, contingenciamento de cargos de confiança e limitação de viagens, implementou a Lei de Responsabilidade Fiscal, inédita no país por ser estadual. Sartori defende o que chama de “semente da mudança”, sem medo de desgastes políticos e sem criar falsas expectativas. Na área da Segurança, Sartori determinou a chamada da totalidade dos 6 mil aprovados no último concurso. O governador perguntado sobre a reeleição, respondeu que não “fugiria da raia”, portanto confirmando a continuidade e a candidatura.

Walter Lídio Nunes esteve 33 anos à frente da Aracruz. Em 2011, assumiu a presidência no Brasil da Companhia Manufatureira de Papéis e Cartões (CMPC) Celulose Riograndense e, dois anos depois, conduziu o início da expansão, com um investimento de mais de R$ 5 bilhões em três grandes áreas: industrial, florestal e infraestrutura, no que é considerado o maior projeto de uma empresa privada em solo gaúcho. Foram contratadas mais de 600 empresas, fornecedoras de serviços e insumos. A repercussão para a economia local foi de mais de R$ 2 bilhões em compras, prioritariamente de empresas rio-grandenses. A nova fábrica gerou 21 mil vagas, sendo 4,1 mil postos de trabalho diretos.

TOP DE MARKETING

Nessa terça que passou os diretores da ADVB apresentaram para as empresas construtoras de cases e as entidades de propaganda o TOP de MARKETING ADVB, versão 2018. Antes da apresentação Mauro Mabilde, Vice-Presidente de Eventos e Capacitação, colocou que a ADVB está de portas abertas para todos e que todas as parcerias e eventos serão muito bem-vindas. Que o tripé de relacionamento, capacitação e reconhecimento, é a dinâmica para o mercado. O evento transformação, que é uma curadoria de conteúdo, será realizado em novembro. O prêmio Top de Marketing se diferencia de todos os outros por atender clientes de todos os portes que concorrem em igualdade de condições. Esse ano será no dia 25 de setembro na casa NTX. As inscrições deste que é o maior evento do Sul do país, estão abertas desde já.

Ordem: Fase 1: o case – Fase 2: Workshop gratuito, incentivar a participar – Fase 3: Discussão dos cases e júri – Fase 4: Apresentação presencial dos cases. Em todas as Fases a auditoria independente estará presente.

Inscrição: R$900,00

Finalista: R$2.500,00

Segundo Case R$300,00

Vencedor: R$11.800,00

SUSTENTABILIDADE E ENTIDADES DE CUNHO SOCIAL SEM FINS LUCRATIVOS: CUSTO ZERO.

Jantar: Casa NTX: R$350,00

Vale lembrar que uma grande mídia estará sendo veiculada e os vencedores terão uma grande visibilidade, além da participação gratuita no jantar (em número limitado).

As discussões que decorreram sobre definições, empresas sociais foram bem aceitas pelos diretores que as ouviram e tenho certeza pelos seus comprometimentos e profissionalismo estarão incrementando se assim for necessário.

DEFINIDO

A Tia do fertilizante já definiu a sua agência. Só poucos detalhes finais para ser comunicado.

SAIDA

Definida a saída de um grande profissional que estará de casa nova no começo de junho. O agro que se cuide.

INTEGRADA

A Integrada Comunicação Total conta com um importante novo cliente em seu portfólio: a SQM VITAS Brasil, com sede na Bahia e filiais em regiões estratégicas do país. A marca representa a união das duas maiores empresas no mercado mundial de Nutrição Vegetal de Especialidade: a chilena SQM, de onde vem todo o conhecimento de uma líder mundial na produção de nitrato de potássio e soluções hidrossolúveis e do Grupo Roullier, do qual a marca francesa VITAS faz parte, vem a experiência como líder na produção de Nutrição Vegetal de Especialidade para aplicação direta ao solo. Com isso, a SQM VITAS Brasil atua baseada em três pilares fundamentais: Pesquisa, Desenvolvimento e Assistência técnica a seus parceiros.

ATL HOUSE

A partir de junho, um novo espaço de relacionamento da RBS será lançado em Porto Alegre. A ATL House, projeto de extensão da Atlântida, vai unir inovação, interatividade e experiência para as cerca de 45 mil pessoas que circulam diariamente pelo campus da PUCRS.

Um gostinho do que vem por aí já pode ser visto em uma campanha lançada nesta quarta-feira (23). Ao antecipar a atmosfera do lugar, as mídias apostam em uma característica da rádio: o bom humor. Inicialmente, a estética das peças lembra o estilo tradicional do segmento imobiliário – com uma linguagem mais sóbria e convencional. Mas logo a formalidade é quebrada para dar lugar a uma comunicação que realmente tem a cara do espaço: divertido, vibrante e moderno.

Sobre a ATL House — Além de um estúdio para transmitir programas externos e atrações exclusivas com os comunicadores, a ATL House prevê diversas atrações. Festivais de comédia, eventos inspirados na grade de programas, karaokê, campeonatos de games, estreia de séries, pocket shows e projetos acadêmicos direcionados aos estudantes são algumas das ações. No local, também haverá operações da Severo Garage, do Canal Café e da agência de intercâmbio STB.

A ATL House, empreendimento Atlântida e Tornak Participações e Investimentos, ficará na Rua da Cultura da universidade. O espaço faz parte do movimento PUCRS 360º, que busca reunir música, cinema, teatro e cultura em um ambiente descolado e plural dentro do campus. A casa estará aberta ao público a partir do dia 8 de junho, funcionando de segunda-feira a sexta-feira, das 7h30 às 22h, e aos sábados, das 8h às 12h.

A chegada da SQM VITAS Brasil neste mês, fecha um ciclo de trabalho já desenvolvido pela empresa quando realizou uma consultoria com imersão na marca para realizar o diagnóstico que antecede o novo trabalho de posicionamento. A partir de agora, no modelo full service, a Integrada passa atender com Consultoria, Operação em Publicidade e Gestão Digital.

RESPOSTAS CAPITAIS

A RBS promove no próximo dia 11 de junho, das 8h30 às 10h o Fórum Respostas Capitais, com a participação de Nelson Eggers, diretor presidente da Fruki.

ARP/APOIO

Com o tema “O2O – Integração Online to Offline: Tendências no consumo global de mídia”, será realizada nova edição do F5, idealizado pela Associação Brasileira dos Agentes Digitais – Regional Rio Grande do Sul (ABRADi-RS). Os convidados serão a managing director da comScore no Brasil, Luciana Burguer, e o Secret Agent da Alright, Domingos Secco Junior. O evento ocorre dia 29 de maio, terça-feira, às 19h, no auditório do Green Office Caixeiros (Rua Mostardeiro, 777 – Independência, em Porto Alegre).

O investimento é de R$ 70,00 para o primeiro lote e R$ 90, para o segundo. As inscrições devem ser feitas pelo link http://bit.ly/maiof5. Associados da ARP ganham 10% de desconto. Mais informações pelo e-mail abradirs@abradirs.com.br ou pelo telefone (51) 3061-8774.

SBT

Duas grandes atrações do SBT

Para a copa em parceria com o Bairrista estará realizando no Casarão da Marques do Pombal, 1111 grandes eventos.

Para o Inverno estará na Rua fechada de Gramado junto a Casa da OI, também com muitas atrações.

MOOVE 

A Agência Moove criou a campanha ‘Cachoeirinha, 52 Anos de Feliz Cidade’, para marcar o aniversário do município – comemorado no dia 15 de maio. A campanha desenvolvida para a Prefeitura de Cachoeirinha celebra o aniversário, leva informação às pessoas e também destaca os conceitos de ‘transparência’ e ‘participação’ como diferenciais da gestão municipal.

A campanha é composta por diversas peças, como selo, cartaz, anúncio, spot e vídeo (produzido pela Clip Produtora), bem como banners e cards para internet e redes sociais. Além de comemorar os 52 anos do município, utilizando a ideia de ‘feliz-cidade’, a campanha informa sobre programas, ações e serviços executados pela Prefeitura de Cachoeirinha que levam benefícios aos cidadãos.

Ao longo de todo o mês, a Prefeitura de Cachoeirinha promove diversas atividades em comemoração aos 52 anos. Em sua página no Facebook, que tem mais de 26 mil seguidores, as pessoas podem acompanhar a programação.

Ficha técnica

Agência: Moove

Cliente: Prefeitura de Cachoeirinha

Produto: Campanha de Aniversário

Campanha: Cachoeirinha, 52 Anos de Feliz Cidade

Direção de Criação: Laura de Azevedo

Criação: Bernardo Castro e Letícia Bratkowski

Atendimento: Ariane Xarão

Produção: Elenita Andreatta

Aprovação/Cliente: Gisele Ortolan

GRUPO IMOBI

Empresa gaúcha expandiu atuação para todo o Brasil por meio de uma plataforma de novos negócios de alta performance

O Grupo Imobi, que dobrou seu faturamento em 2017, segue colhendo bons resultados em 2018. O primeiro trimestre do ano registrou um crescimento de 53% em relação ao mesmo período do ano passado, quando a empresa faturou 93% a mais, o melhor desempenho dos seus 13 anos de vida.

O destaque do ano é a instalação de 36 passarelas na beira-mar de Xangri-lá, através de uma licitação ganha no final de 2017 no litoral norte gaúcho. “Tivemos uma visibilidade importante para a empresa. Este projeto reflete o nosso propósito, pois gerou uma experiência positiva entre marca e consumidor, oferecendo vários serviços à comunidade, como localização, sustentabilidade e acessibilidade”, afirma o diretor geral do Grupo Imobi, Daniel Costa. Desde 2005 no mercado, a empresa sempre atuou no mercado Out Of Home (OOH) Media [propaganda ou mídia exterior, como instalação de outdoors, por exemplo], mas nos últimos anos começou a ingressar em outros setores.

Crescimento:

Em 2016, a empresa adquiriu a “startup” Plug Carregadores, que desenvolveu um modelo inovador de mídia em carregadores de celular para bares e restaurantes. A Plug já alcança 13 estados, fincando bandeira em mais de 1000 estabelecimentos gastronômicos pelo país, impactando 12 milhões de pessoas por mês.

Ao longo dos últimos anos, a Imobi realizou diversas aquisições de pequenas empresas de “frontlights” no RS, culminando, em junho de 2017, na compra de todos os painéis da Grande Porto Alegre de uma multinacional (JC Decaux), tornando-se um dos maiores “players” do mercado gaúcho neste segmento.

Desempenho recorde

O melhor resultado chegou em 2017, quando o Grupo Imobi alcançou um desempenho recorde. Além do faturamento 93% maior, a empresa abriu escritórios em Porto Alegre, São Paulo e Brasília. Passou de três para 23 colaboradores. Incluiu representações e implementou um novo jeito de atender o mercado. “Incorporamos o espírito de uma startup, estamos abertos e sempre procurando novos negócios e novas parcerias”, diz Costa.

O empresário observa que o Grupo Imobi desenvolveu uma plataforma de novos negócios de alta performance. “Passamos por uma completa reinvenção. Nos adaptamos e ainda estamos nos adaptando a um novo jeito de comunicar. Por isso, vamos além da mídia exterior, do setor OOH, e passamos para uma atuação nacional”, comenta. “Não somos mais uma empresa linear e sim circular, buscando um crescimento exponencial”.

A virada na empresa começou pela definição de um propósito claro: “Gerar experiências incríveis entre marca e consumidor”. “Mais do que divulgar marcas, queremos embelezar a cidade, ajudar na mobilidade urbana, contribuir com a sustentabilidade ambiental e proporcionar experiências únicas. Buscamos propósitos que unam pessoas e marcas”, explica o executivo.

Diante dos novos desafios, um novo sócio chegou ao grupo no início desse ano: Ricardo Silveira, diretor comercial do Grupo Ativa Multicanal há 21 anos. Costa avalia que a chegada de Silveira reforçou o avanço nacional da empresa e fortaleceu o projeto de desenvolver uma plataforma de novos negócios. Entre as novidades que serão lançadas em breve, está o lançamento de um novo negócio – o uso de realidade aumentada na plataforma de 1.000 restaurantes pelo Brasil, e um projeto de mobilidade inédito em Porto Alegre.

PATH

O Grupo RBS promoveu um hub de conteúdo de comunicação no Festival Path deste ano, valendo-se de informações, tendências e ideias em 14 palestras.

Fizeram parte do evento a vice-presidente de Produto e Operações, Andiara Petterle, e o radialista e líder de inovação, Arthur Gubert.

http://www.gruporbs.com.br/noticias/2018/05/21/rbs-compartilha-conteudo-e-troca-experiencias-no-festival-path/

MORE GRLS

O evento da ARP – MORE GRLS que ocorreu nesta sexta-feira certamente foi uma aula de como o mercado deve tratar as mulheres que fazem parte da indústria criativa.

Camila Molleta e Laura Florence são as idealizadoras do projeto MORE GRLS, uma plataforma que reúne mulheres que trabalham com publicidade na parte de criação.

Camila é Head de Design da Isobar Brasil e Laura é Diretora Executiva de Criação da LOV, ambas agências são do grupo Dentsu Aegis Network, ou seja, elas sabem o que as mulheres passam para alcançar uma posição respeitada dentro de uma agência no Brasil.

As duas se conheceram porque  trabalham no mesmo prédio e tiveram a mesma vontade de mudar esse cenário atual em que a mulher não tem as mesmas oportunidades que os homens. Portanto, criaram uma plataforma para que as mulheres sejam vistas como profissionais do mercado igualmente aos homens e para que ações como aumentar o número de mulheres na equipe sejam mais praticadas pelas empresas.

Laura falou ainda que existem mulheres que sentem-se exclusivas no mercado, ficando fechadas para a plataforma e para a oportunidade de termos mais presença feminina no mercado criativo.

A plataforma é para todas mulheres que não estão contentes com esse preconceito que a mulher sofre no mercado, não só as de criação. A parte de criação é a que menos tem mulheres nas equipes, mas não quer dizer que nas outras áreas não exista. Existe, e muito.

Parabéns pela iniciativa e pela coragem gurias!

Para acessar a plataforma é só entrar em http://moregrls.com.br/

SURPRESA

A desconhecida BR Newsmedia, empresa que possui por trás um fundo de investimentos que tem, entre os sócios, um dos fundadores da Grendene e um ex-presidente do STJD, ganhou a concorrência em que a CBF escolhe a proposta de maior valor para a comercialização de placas de publicidade e direitos internacionais de transmissão do Campeonato Brasileiro entre 2019 e 2022, desbancando agências tradicionais como Lagardère, IMG e Sportpromotion.

Nos próximos dias, os clubes que jogam a Série A do Brasileirão devem receber a oficialização da proposta, que pagará R$ 550 milhões por quatro anos de contrato, o que significa uma garantia de recebimento de R$ 137,5 milhões por temporada. Esse valor tende a ser dividido igualmente entre os clubes que aceitarem o acordo, o que representaria um valor de quase R$ 7 milhões por equipe pelos direitos.

O problema, agora, é saber quem fará a venda internacional. A empresa vencedora não tem um histórico de atuação no mercado de direitos de transmissão, ao contrário da maioria dos outros concorrentes. A tendência é que ela busque uma parceira para revender, no exterior, os direitos de transmissão do Brasileirão.

SBT-RS NA FBV

Carlos Toillier, diretor de mercado e inovação, fará uma palestra no espaço FVB Talks, com o título: SBT: Entretenimento, Família e Informação, na 6ª edição da Feira Brasileira do Varejo, que acontece nos dias 28, 29 e 30 de maio de 2018 no Centro de Eventos da FIERGS.

Ronaldo Fraga também está confirmado. Formado em moda pelo curso de estilismo da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e pós-graduado pela Parsons School of Design de Nova York, além de ter realizado um curso na Central Saint Marins de Londres, Ronaldo Fraga é reconhecido pela imprensa brasileira com um dos principais estilistas no que se refere à moda com DNA brasileiro.

PLANN

Para divulgar e ampliar o entendimento dos projetos da Plann Inteligência, Estratégia e Branding foi lançada a Websérie 6 anos, 6 cases, 6 lições de Branding no Youtube. Cada vídeo aborda um case e um tema. O 1º vídeo foi publicado nesta quinta-feira, dia 24.05 às 21h no youtube e conta o projeto de Me Brand desenvolvido para a blogueira de beleza e make Alice Salazar. Os vídeos possuem a pegada da internet pois tem o objetivo de traduzir na prática os elementos utilizados na construção e gerenciamento de marcas realizado pela Plann hub.

“Cada case é um exemplo de um desafio e soluções construídas para os clientes. No case de Alice abordamos a construção de marca a partir das Me Brands- fenômeno de marcas e negócios protagonizados por pessoas. O termo foi utilizado em um relatório de tendências da JWT Inteligência em 2015, e neste estudo o termo é caracterizado da seguinte forma: “Me Brands”: o eu como marca. Millenials estão deixando de ser apenas consumidores para se desenvolverem eles mesmo como marcas – fazendo curadoria de sua imagem online, se monetizando via mídias sociais e produzindo conteúdo. Também estão usando novas plataformas para se tornarem empreendedores.”

O Fenômeno se ampliou, e hoje estamos em um universo de influenciadores digitais, micro influenciadores, empreendedores digitais, profissionais liberais que utilizam as redes sociais e a internet para promoveram negócios, ideias e muitos se tornam marcas.

Antes de chegar a conquista de influência que é resultado este fenômeno, o que se percebe é uma necessidade básica: construir marca a partir do protagonismo pessoal no ambiente online.” Diz Patricia Carneiro, diretora de Estratégia e Projetos.

E como o canal Branding na Prática by Plann é uma plataforma de conhecimento, além do vídeo no youtube, este tema Me Brand será abordado em um workshop no dia 30.06, na Cazamata Hub.

Maiores informações: contato@planncb.com.br

MÍDIA ON

Segundo o levantamento da Digital AdSpend 2018, realizada pelo IAB Brasil a publicidade digital no Brasil cresceu 25,4%, referente aos números de 2017, saltando de R$ 11,8 bilhões para R$ 14,8 bilhões.

A Digital AdSpend 2018 manteve a metodologia das edições anteriores, incluindo a análise de números do próprio IAB Brasil, consultas ao mercado e dados públicos, bem como entrevistas com membros do ecossistema da publicidade digital brasileira, composto por anunciantes, veículos, ad networks, agências e empresas de tecnologia.

Foi possível verificar que a compra programática de publicidade ficou com quase um quarto do faturamento digital (22,5%), aumentando 74% e passando de R$ 1,9 bilhão (2016) para R$ 3,3 bilhões no ano passado.

A categoria que mais cresceu foi a “Vídeo” que obteve investimentos de R$ 3,2 bilhões (22% do total, com um aumento de 48% em relação a 2016).

“Como anunciante, mais importante do que definir o que é a publicidade digital, seria auxiliar o mercado no entendimento de ‘como fazer’. Benchmarks por indústria, demonstrativos de eficiência, resultados associados a KPIs de negócios” explica Leandro Claro, conselheiro do IAB Brasil e Digital Analytics & CMO na Youse Seguros.

TELEFONE FIXO

Na proporção que cresce o número de usuários de internet, smartphones e tablet, diminui o número de telefones fixos que estão sendo usados no Brasil.

Mas a legislação brasileira obriga que as empresas concessionárias garantam o funcionamento do serviço nas regiões em que atuam. Por isso, é muito difícil que os telefones fixos deixem de funcionar no curto prazo sem uma mudança na lei.

Algumas concessionárias também atuam como autorizadas (empresas que começaram a atuar depois da privatização e receberam aval do governo para operar em determinadas regiões do Brasil). Por isso, é normal que nomes conhecidos como Claro, Telefônica e Oi ofereçam os dois serviços. Nestes casos, elas não têm a obrigação de levar o serviço para todo o Brasil ou manter os orelhões. A divisão é feita por regiões.

SORRELL

Não é novidade. Martin Sorrell seguirá investindo em publicidade, provando sua crença no futuro do setor. Consequentemente, o fundador da WPP abrirá uma nova agência que, segundo ele, não existe igual no mercado atual. Mr. Sorrell disse no encontro anual do Luma Partners que mira a Amazon, considerando ser o grande player mundial que tem o poder de desafiar o duopólio Facebook/Google.

MÍDIAS SOCIAIS

As mídias sociais estão sempre recebendo updates e novas ferramentas para empresas anunciarem nas plataformas. Esta semana tiveram algumas atualizações que estão listadas abaixo:

FACEBOOK: Capacidade de salvar suas fotos e vídeos diretamente sua conta na nuvem do Facebook.
Compartilhar mensagens de áudio que simplesmente combinam uma mensagem de voz com um plano de fundo colorido ou foto nas Stories.
Arquivar histórias favoritas da rede.
Nova ferramenta para denunciar violações no Messenger.
Novas atualizações no Gerenciador de Anúncios, melhorias nas métricas e Relatório de Anúncios.
Portal da Juventude.
Novos anúncios dinâmicos para revendedores de automóveis.
As Stories do Facebook chegam a 150 milhões de usuários ativos.
Começa liberar anúncios nas suas Stories.

INSTAGRAM: Ferramenta que contará o tempo gasto do usuário na rede.
Capacidade de compartilhar posts para virar Stories.
Posts orgânicos do Instagram poderão ser transformados em anúncios via Power Editor ou Gerenciador de Anúncios.

YOUTUBE: YouTube Music e substitui YouTube Red com YouTube Premium.
Novas ferramentas para gerenciar a experiência de visualização.
O YouTube testa o modo de navegação anônima no aplicativo para Android.

ESCALA  

E se o começo de um livro contasse o recomeço de uma vida? Essa é a provocação que a Escala traz para a campanha de divulgação do projeto “Passaporte para o Futuro”, do Banco de Livros. Para mostrar a importância da doação de livros, estimular a contribuição de obras para a entidade e o incentivo à leitura nos presídios, nada melhor do que dar voz aos próprios apenados. Na ação, planejada e executada pela agência, seis clássicos da literatura de domínio público tiveram seus prefácios escritos por internos de quatro penitenciárias gaúchas.

“Naquele momento em que tô (sic) lendo um livro, eu esqueço que estou preso. Eu me sinto em liberdade. A gente não pensa nada de ruim quando tu tá (sic) lendo, não tem influência de ninguém. Não tem maldade, não tem nada. Só o teu sentimento que entrou naquela história. Eu sou um personagem ali. Ali eu me sinto um personagem”, lembra Gilvano Souza dos Santos, 50 anos, apenado da Penitenciária de Montenegro, um dos participantes do projeto.

Em 14 Estados, a remição da pena por tempo de leitura já é regulamentada. No Rio Grande Sul, a minuta está com o Departamento Jurídico da Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe/RS), mas há um entendimento de que matérias deste tipo, envolvendo o cumprimento de penas, só podem ser aprovadas pela União. Contudo, independentemente da remição, a leitura já virou hábito entre presos e outros benefícios são observados tanto por eles, quanto por profissionais que atuam junto ao sistema. “Preso somente o corpo. O espírito e a mente, não. E a literatura faz isso com a gente”, afirma Rodrigo Volpi Braga, 38 anos, apenado da Penitenciária de Osório.

“Romeu e Julieta”, “Dom Quixote”, “Dom Casmurro”, “Rei Lear”, “Triste Fim de Policarpo Quaresma” e “Poemas de Fernando Pessoa” também ganharam novas capas criadas pela equipe da agência, que doou a impressão de 140 livros.  Além disso, em parceria com a produtora Libre, também foram gravados depoimentos com os apenados sobre como o acesso aos livros faz diferença em suas vidas.

“É muito legal usar a nossa capacidade criativa e estratégica na divulgação de um projeto tão importante como o Banco de Livros e que, infelizmente, não possui muitos recursos financeiros”, afirma o criativo da Escala João Vitor Senger, que junto com Cauã Teixeira, idealizou a campanha. Ele explica que o momento mais marcante foi ficar frente a frente com os apenados e perceber o quanto o hábito da leitura contribui não só para o conhecimento e capacidade de articulação, mas também para manter a mente sã em um ambiente de confinamento. “Outra aspecto incrível foi descobrir o respeito que eles têm pela leitura, mesmo que não possuam benefício de redução na pena. Quando alguém está lendo, ninguém mexe com essa pessoa. É um momento sagrado”, conta.

O projeto “Prefácios de História” teve início em novembro do ano passado durante a 63ª Feira do Livro de Porto Alegre. Para reunir todo material produzido pela Escala, foi desenvolvido um hotsite que pode ser acessado pelo endereço https://prefaciosdehistorias.com. Nesse espaço, o público poderá baixar os livros, assistir aos vídeos com os apenados e conhecer um pouco mais sobre este e outros projetos do Banco de Livros.

O Banco de Livros surgiu com a missão de fazer o conhecimento circular e chegar até as pessoas e comunidades em situação de vulnerabilidade social e que historicamente não tiveram o acesso à literatura e leitura como fonte de conhecimento para o desenvolvimento da cidadania. Com as doações são formadas novas bibliotecas em comunidades carentes, creches, abrigos, clubes de mães, fundações, escolas, associações, asilos, entre outras instituições. “Passaporte para o Futuro” é um dos seus principais, em parceria com a Susepe/RS, e já contemplou 98 casas prisionais. Além da implantação das bibliotecas (incluindo livros, computadores, software, prateleiras e móveis doados), os agentes penitenciários de todas as casas prisionais (um agente por unidade) são treinados no Banco de Livros para atuação nas bibliotecas e orientação aos apenados. Entre 2009 e 2017, a iniciativa já beneficiou 797 entidades com quase meio milhão de obras recebidas por doação.

CLIENTE

Acreditem, o cliente nunca mais volta!

Anos atrás, Sam Walton, fundador da maior rede de varejo do mundo, a Wal-Mart, abriu um programa de treinamento para seus funcionários, com muita sabedoria. Quando todos esperavam uma palestra sobre vendas ou atendimento, ele iniciou com as seguintes palavras:

“Eu sou o homem que vai a um restaurante, senta-se à mesa e espera pacientemente, enquanto o garçom faz tudo, menos anotar o meu pedido.

Eu sou o homem que vai a uma loja e espera calado, enquanto os vendedores terminam suas conversas particulares.

Eu sou o homem que entra num posto de gasolina e nunca usa a buzina, mas espera pacientemente que o empregado termine a leitura do seu jornal.

Eu sou o homem que explica sua desesperada urgência por uma peça, mas não reclama quando a recebe somente após três semanas de espera.

Eu sou o homem que, quando entra num estabelecimento comercial, parece estar pedindo um favor, implorando por um sorriso ou esperando apenas ser notado.

Você deve estar pensando que sou uma pessoa quieta, paciente, do tipo que nunca cria problemas… Engana-se.

Sabe quem eu sou? Eu sou o cliente que nunca mais volta!

Divirto-me vendo milhões sendo gastos todos os anos em anúncios de toda ordem, para levar-me de novo à sua empresa, sendo que quando fui lá pela primeira vez, tudo o que deveriam ter feito era apenas uma pequena gentileza, simples e barata: tratar-me com um pouco mais de cortesia.

Só existe um chefe: O CLIENTE. E ele pode demitir todas as pessoas da empresa, do presidente ao faxineiro, simplesmente levando o seu dinheiro para gastar em outro lugar.”

Adaptando o sentindo do texto aos dias de hoje podemos apontar três grandes desafios:

Novos modelos de negócios e lideranças – Caminhar para modelos de negócios mais flexíveis, novos modelos de gestão, mais orgânicos, mais ágeis, mais colaborativos, com profissionais diferenciados, revisão de cultura interna, gestores com visão interna apurada, e introdução/abertura de canais para captação de insights de colaboradores, consumidores e mercado.

Comunicação com usuários e consumidores – Adoção de uma linguagem mais objetiva, mais clara, mais assertiva e que considera a “percepção interior de velocidade/tempo interno” dos indivíduos; entender em maior profundidade, como a velocidade afeta o mecanismo de atenção das pessoas, e quais as ferramentas e ações necessárias para se destacar na infinidade de informações e estímulos atuais.

Relacionamento com consumidores – Visão mais realista e menos “subestimada” dos indivíduos consumidores. Pratica efetiva de agilidade em todos canais de relacionamento com cliente.

 

 

 

COMPARTILHAR
Artigo anteriorJOÃO FIRME
Próximo artigoMAURO SEGURA

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here