RICARDO GONÇALVES-11-10-18

1
126

DESTAQUE

O destaque dessa semana é filho de um dos melhores Opec (operação comercial),que já passou pelos veículos do RS E SC, Auri Gonçalves .Seguindo os passos do pai foi se enfronhando na comunicação desenvolvendo sua capacidade por todas as áreas de agencias e veículos. Há dez anos é um empreendedor com sua Empresa InVentoAll, que faz as coisas acontecerem com muito profissionalismo. Pensou evento e algo diferente, chame o Ricardo Gonçalves.

PERFIL – RICARDO GONÇALVES

Sou apaixonado por comunicação sim.
Iniciei minha trajetória a mais de três décadas na Propaganda, os relacionamentos proporcionados pela atuação na área e a busca pela renovação diária são aspectos com os quais o publicitário, o produtor, o executivo de vendas, o cliente, e minhas várias outras faces segue cada dia mais louco por esse meio.

Ainda guri, eu costumava acompanhar o meu pai, Auri Gonçalves, que trabalhou no setor comercial da antiga TV Piratini, e depois na TV Gaúcha…  transitar pelos corredores da emissora e ver de perto personalidades a quem considerava como heróis. Nessa época, já sabia que um dia trabalharia com Comunicação. Na adolescência, fui estudar no Colégio Protásio Alves, em frente à sede do Grupo RBS na Avenida Ipiranga, atravessar a rua para almoçar com o “Seu Aury” veio reforçar ainda mais a vontade de atuar na área. “Esse sempre foi meu foco, nunca pensei em ser médico, jogador de futebol (até porque a bilinha não era tudo isso, rsrsrs). Queria trabalhar com comunicação desde pequeno, não tinha outro caminho. Sempre tive isso na mente e sabia onde iria chegar.”

Foi na TV Guaíba, como contínuo, uma espécie de office boy para serviços internos, que tive a primeira experiência profissional, quando tinha em torno de 16 anos. Algum tempo depois, a família mudou-se para Florianópolis, onde o pai foi convidado a integrar uma equipe fundadora da TV Catarinense, da RBS, e foi em Floripa que teria minha primeira experiência em agência de publicidade. No estado vizinho, comecei a atuar como assistente de mídia na Propague. Lá, comecei a aprender sobre o negócio da propaganda, participei de algumas campanhas vencedoras, como a do Esperidião Amin a governador, inauguração da “Terceira Ponte”. Na época, era tudo meio artesanal, mas deu para entender todos os processos.
Logo em seguida já fui para a RBS TV de Florianópolis, cuidar do “encaixe comercial da comercialização Globo, espaço que me fez entender a comercialização regional e nacional.

Após quatro anos em Santa Catarina, passagens pela Propague e pelo Grupo RBS, voltei para Porto Alegre. Após uma passagem rápida pela equipe da Rede Pampa fui para o Grupo ISAEC – detentor de rádios como União, de Novo Hamburgo, Florianópolis e Blumenau, e Imigrantes, de São Leopoldo  – meu diretor… Nenê Zimmermann. Um desafio maluco, ser concorrente das principais Rádios do mercado e mesmo assim bater todas as metas, chefe exigente.
O desafio foi vencido e depois de 4 anos o convite para participar da equipe da Rádio Gaúcha, para atuar com o mestre Ricardo Gentilini,  eu saindo de um veículo do Interior e ir para a Gaúcha – tive certeza de que estava no caminho certo.

Seguindo essa inquietude e a busca por desafios, um em especial… trazer o McDonalds para o Rádio, isso não existia, não fazia parte do Marketing Plane, mas vamos lá, uma proposta de contrato de risco, o apoio total da equipe da Rádio Atlântida, e montamos um estúdio ao vivo, dentro do Mc, na inauguração da loja que abriu na rótula da Carlos Gomes: arrebentamos! Uma primeira ação de Rádio para McDonalds, abrindo assim um repertório de novas ações a cada nova promoção. Resultado? D’Alessandro e Dilza me convidam para ser atendimento da conta McDonalds da DCS, primeiro no RS, logo em seguida SC e PR… demais. Mais do que isso, trabalhar com profissionais como Henry Chmelnitsky, Gregory Rayan no McDonalds, com o D’Alessandro, a Dilza e o Callage na super equipe da DCS como Ana Esteves, Cláudia Tajes, e tanta gente maravilhosa que não vou conseguir citar todos aqui, conhecimento puro, aprendizado a cada palavra.

Outra passagem e escola fantástica foi a passagem pela Símbolo Propaganda, e trabalhar com o cara que trouxe a primeira transmissão de TV em cores para o Brasil, o José Salimen, outro presente do mercado para um guri apaixonado. Atravessar noites liberando anúncios e campanhas, linha varejo na veia com lojas Copagra e Ramada, segmento imobiliário com a Ciacorp, e de serviço com o SEBRAE: adrenalina geral.  Outra equipe top, Samir, Franchini, Itamar, amigos de para sempre…

E ai vem a nova paixão, o varejo. Que cachaça!
Uma agência já se destacava pela forma de atender, criar, produzir… e vem o querido amigo Gil Kurtz me convidar para atender o BIG, ainda do Grupo português Sonae na época, Cadinho Bottega e Henrique Rosa. UPPER, uma agência que tinha a ideia de criação na veia, mais aprendizado, mais experiências, mais conhecimento, uma fábrica de ideias a cada novo anúncio, a cada nova Campanha.

Estava na hora de se mexer, inquietude e muita vontade, hora de empreender. A DIXXI apareceu na minha vida como um prêmio, trabalhar com a Jussara Schmitt, a quem eu admirava a muito tempo, minha sócia: sonho!
Mudar o conceito das Lojas Quero-Quero, saindo da linha local para um “Querer é Conquistar”, lançar o primeiro Cartão de Crédito marca própria – VerdeCard, sair das 38 lojas para mais de 78 lojas, e um formato diferente de atuar no varejo, isso não tem preço.  Atender contas como IESA Renault (e logo depois  + NISSAN), cooperativas de Eletrificação Rural, como COPREL e CERTEL, entendendo um pouco mais do segmento agronegócios, sim a DIXXI foi um marco.

Nos anos 2000, fui convidado pela  Mari Crim Caetano  – ser diretor de Novos Negócios,  chegou a Krim Bureau Brasil e pela primeira vez, com a tarefa de alinhar a comunicação entre a empresa de comunicação visual e as agências do mercado. Muitos trabalhos e muito conhecimento, a Mari é uma das pessoas mais incríveis do mercado, focada e inovadora no segmento de comunicação visual, uma mulher forte e extremamente comercial.

Nascido e criado em Porto Alegre, filho único do Seu Auri e Dona Lina, mas garanto que não fui mimado. Sou um grande admirador do meu pai, a quem tem como grande herói, e da mãe, pela base ética e personalidade extrovertida. Lembro das broncas recebidas quando pequeno e sei que elas me ajudaram a me manter  na linha desde cedo. “Meus pais sempre me apresentaram os dois caminhos e tentaram orientar. Eles sempre me deram a opção e isso, para mim, é uma grande virtude.”

Passar um tempo ao lado dos filhos Bruno, com 26 anos, e Rafael, 17 são coisas que não abro mão. Pode ser com uma partida de futebol, na prática de natação ou em um passeio na praia. “Ser pai só não adianta, é preciso ter amizade, respeito e confiança com os filhos, dar uma puxada quando necessário, mas o amor é para sempre”. Sou casado com a Simone (ou ela comigo, rsrs), é minha grande parceira, alguém capaz de me entender, entender meu  trabalho, minhas inquietudes, e de prestar à família apoio total. Família e amizade são a base de muita coisa boa na minha vida.

Cozinhar também é uma atividade que sou apaixonado. Entre os pratos que mais o curto estão os que trazem peixes e frutos do mar, no entanto, também não dispensa o tradicional churrasco. “Cozinhar para mim é como terapia. Gosto de pesquisar temperos, inventar coisas e chamar os amigos para ver se funciona. Um pouco de foco e inspiração.

Nesse caminho percorrido, encontrei pessoas que se tornaram minhas referências. São muitos e se não mencionar todos me perdoem, mas caras como empresário Nenê Zimmermann, que por mais de uma vez teve como diretor; Ricardo Gentilini, que o levou para o Grupo RBS; Dilza,   Callage e D”Alessandro, que foram diretores da DCS; o Henry Chmelnitsky no McDonalds, Salimen Júnior, da Símbolo Propaganda; a Jussara Schmitt da DIXXI O Gil, Cado e Henrique Rosa na UPPER,  e Mari Crim Caetano, da Krim… “São empresas e pessoas fantásticas, que fizeram e fazem parte da minha história”.

Hoje o foco todo está encima de uma nova ideia, a InVentoAll. Minha empresa de ações especiais e ativações. Em 2018 a InVentoAll completa 10 anos, e trazer o filho mais velho, Bruno, para o negócio é uma vitória (em breve o Rafael vem com a gente). Na InVentoAll coloquei toda a minha inquietude, meus conhecimentos, experiências, aprendizados… uma empresa gostosa, leve e que busca solucionar as mais diversas demandas de ações especiais em eventos e ações promocionais. Inúmeros cases de sucesso, clientes que entenderam nossa proposta e nos permitem desafios diários e resultados fantásticos. Acredito sempre no “vai dar certo” e trabalho forte para que seja assim, essa vida é SHOW!!!

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here