Mylena Cuenca-25-01-19

0
58

Ano novo, emprego novo: como dar o próximo passo na carreira

Por Mylena Cuenca é headhunter na Trend Recruitment e formada em administração de empresas pela Universidade presbiteriana Mackenzie.

A maioria das pessoas dedica as primeiras semanas no ano para elencar suas resoluções de ano novo e focar em suas expectativas e metas para esse novo ciclo. A carreira costuma estar entre um dos maiores objetivos, e quando bem planejado, mudar de emprego é uma meta alcançável. Para ajudar os profissionais que já decidiram crescer profissionalmente em 2019 preparei um passo a passo para quem deseja se recolocar no mercado.

#1 Objetivo: Por que você pretende mudar de emprego? Qual seu objetivo e suas perspectivas? O objetivo deve estar claro para você mesmo. O profissional precisa entender onde ele pretender chegar profissionalmente, no curto, médio e longo prazo. Para ter clareza do objetivo profissional a pessoa deve conhecer suas habilidades, competências técnicas e também seus pontos de melhoria. O autoconhecimento e o feedback de mentores e líderes são excelentes ferramentas nessa primeira etapa. Quando você conhece seus potencias de carreira fica muito mais fácil escolher um caminho para seguir. Escrever esse objetivo é importante para manter o foco e entender o porquê esse novo desafio te trará felicidade e realização profissional.

#2 Currículo: Atualize seu currículo, tanto o off-line quanto o currículo online. Agora que você já sabe onde quer chegar, construa seu currículo com suas habilidades e competências que estejam linhadas com o seu objetivo. Dedique tempo a essa atividade, peça ajuda e aconselhamento, o mais importante é ser assertivo. Quando mais dedicação você empregar nessa fase, menos terá que voltar a essa tarefa com o passar dos meses. (HIPERLINK)

#3 Liste as empresas onde você deseja trabalhar: Estar alinhado com a cultura organizacional e compartilhar dos valores empresariais é uma receita indispensável para ser feliz no trabalho. Por isso, liste as empresas que são o seu “sonho de consumo profissional”. Defina o tipo de empresa onde você quer trabalhar, culturas mais agressivas direcionadas para metas e resultados, porém, com um crescimento mais acelerado. Ou empresas mais colaborativas e inovadoras, com áreas de descompressão e ambientes inspiradores. Estude sobre esses ambientes de trabalho, sobre o propósito empresarial, converse com pessoas que trabalham nesses lugares ou conheça cultura corporativa através do site , por exemplo. Se você não se identificar com a empresa não adianta investir tempo e energia para trabalhar nela.

#4 Atualização profissional: Agora que você já conhece seus objetivos profissionais e o perfil de empresas que gostaria de trabalhar, invista tempo na sua atualização profissional. Provavelmente passando pelas etapas acima você reconheceu alguns gaps da sua carreira. Pode ser um curso de idiomas, uma habilidade técnica não desenvolvida, habilidades comportamentais, como a de liderança, por exemplo, entre outros. Essa é uma etapa de médio e longo prazo porque exige estudo e tempo, uma vez identificada comece a desenvolver essa atualização, não espere ser chamado para uma posição ou ser cobrado, seja proativo. Isso também se aplica à reciclagem do conhecimento, a se manter atualizado sobre seu mercado de atuação, e a acompanhar novas tecnologias que impactam o dia a dia do seu trabalho. Essa etapa é muito importante principalmente para quando você estiver na etapa de entrevista presencial.

#5 Networking: Criar e cultivar redes de relacionamento provavelmente é a melhor maneira de se recolocar no mercado de trabalho. Se o que você deseja em 2019 é um emprego, saiba que provavelmente essa oportunidade surgirá dentro da sua rede de relacionamentos. Quanto mais ativo você for melhor, fale para as pessoas sobre seus objetivos e interesses, mostre seus potencias de carreira, compartilhe artigos, faça parte de grupos para discussões diversas. Não tenha receio de adicionar aos seus contatos headhunters ou profissionais de RH, essa é uma forma de mostrar que você está aberto a novas oportunidades. Lembre-se, quem não é visto não é lembrado, por isso, seja ativo na sua rede profissional.  Quer mais dicas de como esquentar a rede, confira o artigo: (HIPERLINK)

#6 Entrevista: Se você seguiu as dicas anteriores mais cedo ou mais tarde vai ser convidado para entrevistas e processos seletivos. E nessa fase, prepare-se para entrevistas. Estude a empresa e a vaga, chegue preparado para uma conversa sobre sua carreira. Transmita segurança, boa energia e interesse na vaga. Mantenha a conversa cordial e animada, mas sem o uso de gírias e tomando cuidado com a comunicação informal. Lembre-se que o seu corpo também se comunica e a sua postura e atitude podem negar ou afirmar aquilo que você está dizendo.

#7 Persistência e foco: Não desanime, é possível que sua recolocação não aconteça na primeira entrevista que você fizer. Entenda que não existe o candidato certo e errado, e sim aquele que melhor se encaixa na vaga naquele momento. Portanto, peça feedback aos recrutadores, aprenda com seus deslizes, continue investindo no seu desenvolvimento profissional e entenda que quanto mais você se dedica ao seu objetivo, mais portas irão se abrir na sua jornada. Entenda que todo profissional bem sucedido na carreira também já recebeu muitos nãos no passado e, tudo bem, faz parte. Tudo no seu tempo.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here