VAREJO-31-05-19

0
16

 VAREJO – 31-05-19

A história do varejo no Brasil começou no período colonial, quando surgiram os primeiros armazéns. A cultura de varejo se perdurou na sociedade nas épocas das plantações de café, algodão, cana de açúcar e muito mais, em que os consumidores adquiriam os produtos em pequenas quantidades.

Com o passar do tempo, o varejo passou por uma grande evolução influenciada pela globalização e pelo impacto das tecnologias e da internet. Inicialmente, em 1950, a venda em balcão deixou de existir, dando espaço para a liberdade do consumidor em escolher sozinho suas próprias mercadorias. Mais adiante, a tecnologia e a internet transformaram a relação entre vendedor e consumidor, permitindo com que as vendas acontecessem virtualmente, por meio de sites e redes

Com toda essa evolução, o varejo tem se tornado um mercado cada vez mais dinâmico e competitivo, buscando sempre estratégias e investimentos para alcançar novos clientes, fidelizar clientes antigos, aumentar vendas e, consequentemente, o faturamento do estabelecimento.

A palavra preço é um componente mais agressivo quando o varejo tem produtos iguais em tudo.

Hoje, os consumidores procuram verdadeiras experiências e preferem pagar mais para serem bem atendidos. Por isso, as lojas que querem atingir mais clientes e vender mais tentam, com auxílio das novas tecnologias, satisfazer os clientes da melhor maneira possível.

As tecnologias ajudaram com que a relação entre vendedor e consumidor se estreitasse, já que o cliente passou a poder manter um maior contato com o estabelecimento, enviando mensagens e sendo respondido com uma certa rapidez e facilidade. Isso é cômodo tanto para o vendedor quanto para o cliente, que podem perguntar e responder quando quiserem e de onde estiverem.

Além de beneficiar essa relação, a evolução da tecnologia e da internet permitiu com que uma mensagem atingisse mais pessoas com uma enorme rapidez. Hoje, uma promoção, por exemplo, pode chegar as telas de inúmeras pessoas em questão de minutos, e caso essas pessoas compartilharem a informação, inúmeras outras a receberão e assim por diante.

Coletar, analisar e organizar dados de forma simples também foi um dos privilégios que a tecnologia proporcionou ao varejo. As planilhas foram deixadas de lado e substituídas por programas que fazem esses processos instantaneamente. Hoje é possível acompanhar o progresso de metas da loja e de cada vendedor, saber quais produtos foram vendidos, ticket médio, e mais; tudo isso por meio de gráficos com dados selecionados e organizados em poucos minutos, a qualquer momento e lugar.

O Casting é um ótimo exemplo de tecnologia que auxilia o varejo, já que ele possibilita, também, a realização de treinamentos curtos e focados via smartphone. Isso minimiza esses tipos de encontros presenciais, que gastam cerca de 20% de tempo que pode ser usado em proveito de outras atividades e diminuem o faturamento.

Para ser competitivo o Varejo precisa estar em constante mudança e estar atento ao seu consumidor, ele é cada vez mais raro e importante.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here