Relato de Fernando Röhsig em viagem a Israel – 05.06.2019

0
104

Últimos dias.

Deloitte

A Deloitte Israel é uma das principais empresas de serviços profissionais de Israel, oferecendo uma ampla gama de serviços de auditoria, impostos, consultoria, assessoria financeira e fiabilidade de classe mundial. Através de 120 sócios e diretores e mais de 1200 funcionários, a Deloitte Israel atende clientes nacionais e internacionais, instituições públicas e empresas promissoras de rápido crescimento, cujas ações são negociadas nos mercados de capitais israelense, norte-americano e europeu.

Com uma abordagem multidisciplinar e colaborativa ao serviço ao cliente, combinada com a capacidade de analisar questões de negócios sob todos os ângulos. Busca desde as menores empresas como o porgrama de aceleração de startups até as maiores empresas de Israel, busando oferecer uma visão de 360 ° dos desafios de negócios.

A Deloitte nos apresentou o seu processo de gestão do conhecimento, com uma metodologia simples e objetiva procurando atender a todos os seus públicos. Buscou ressaltar alguns pontos importantes e que muitas vezes deixamos de enfatizar na gestão estratégica dos negócios.
Quais são as vantagens de adotar uma estratégia de gestão do conhecimento?

O gerenciamento de conhecimento evita que a equipe reinvente constantemente a roda, fornece uma linha de base para a medição do progresso, reduz a carga de atritos especializados, torna o pensamento visual tangível e gerencia grandes volumes de informações para ajudar os funcionários a atender melhor e com mais rapidez. Sendo um ativador de negócios fundamental, a gestão do conhecimento ajudará as organizações:
 Proteja seu capital intelectual;
 Concentre-se em seus ativos mais importantes: seu capital humano;
 Reorientar sua cultura, optando por uma ótima estratégia de compartilhamento de
conhecimento;
 Vincule pessoas a pessoas configurando métodos colaborativos.

A gestão do conhecimento abre as portas para uma nova era de colaboração e compartilhamento. Hoje em dia, com fusões corporativas, rotatividade de funcionários e expansão global, as pessoas precisam trabalhar de forma diferente: precisam colaborar com colegas que estão no exterior, trocar ideias, manter-se atualizado sobre assuntos globais e ter respostas rápidas para suas perguntas.

O poder das mídias sociais desempenha um papel importante na gestão do conhecimento, pois permite que os funcionários colaborem, conectem-se e acessem rapidamente especialistas e informações.

As redes sociais também permitem que as pessoas colaborem, sejam humanas e se expressem no ambiente eletrônico. Eles têm uma base sólida de confiança e popularidade entre os funcionários e fazem parte da cultura de compartilhamento de conhecimento.
Aumentar os benefícios da empresa com uma estratégia eficaz de gestão do conhecimento.

O gerenciamento do conhecimento ajuda a resolver a maioria dos problemas comuns de negócios e ajuda as empresas a aumentar seus benefícios:
 Melhorar as decisões de negócios graças ao acesso facilitado à expertise e às principais práticas;
 Aumentar a eficiência, a produtividade e o trabalho de forma mais inteligente, reduzindo os casos
de “reinventar a roda”;
 Melhorando a inovação através de uma colaboração mais ampla e sem fronteiras;
 Reduzir a perda de know-how capturando conhecimento explícito e tácito;
 Acelerar a produtividade com treinamentos a bordo e acesso oportuno ao conhecimento;
 Aumentar a satisfação do cliente, fornecendo insights de valor;
 Melhorar a qualidade e a capacidade de colaborar, padronizando as formas de trabalhar e
possibilitando discussões com os principais especialistas.

Tendências Globais em Tecnologia, Mídia e Telecomunicações. Quais questões são mais importantes para os executivos de Tecnologia, Mídia e Entretenimento e Telecomunicações (TMT)? Nossa série de ensaios oferece insights sucintos de líderes globais de TMT sobre oportunidades de sucesso em todo o ecossistema de TMT que está mudando rapidamente. Link: https://www2.deloitte.com/global/en/pages/technology-media andtelecommunications/ articles/global-trends-tmt.html.

KPMG_Israel

Somekh Chaikin foi fundada em 1922 e tornou-se uma firma-membro da KPMG em 1998. 68 parceiros são ativos na KPMG Somekh Chaikin, liderada pelo presidente Gad Somekh, sócio sênior Eran Shalev, e o comitê administrativo. Os membros do comitê de gestão incluem Gad Somekh, Eran Shalev, Doron Dabby, chefe de práticas de auditoria e vice-sócio sênior, e Eileen Toledano, chefe de serviços financeiros.

Atualmente, a empresa conta com mais de 1.130 funcionários e atende milhares de clientes em todo o país. Tem quatro filiais em Israel: o escritório principal em Tel Aviv; um escritório em Haifa, gerido por Guy Aharoni; um escritório em Jerusalém, administrado por David Krisman; e um escritório em Be’er Sheva, administrado por Zion Amsalem.

Os clientes da empresa em Israel incluem dezenas de empresas líderes em seus segmentos. Os funcionários da empresa incluem contadores, economistas, advogados e analistas. Alguns também são membros do corpo docente dessas instituições.

Além de nos informarem sobre os modelos de gestão adotados, o ponto alto da visita foi a oportunidade de conhecermos uma situação de negócio envolvendo uma das maiores empresas familiares do setor de alimentos de Israel. O Chairmann do Board da Direção do Grupo Osem, Sr. Dan Propper, fez uma palestra de aproximadamente uma hora onde nos relatou os motivos de permitir o aumento da fabricante mundial Nestlé no capital da empresa. Segundo ele, uma forma de manter o valor e a atratividade de investimentos
por parte da Nestle foi o grande segredo, uma vez que o processo sucessório a cada período de tempo passado se complicava.

Veja um pouco da evolução dessa história que é muito popular no meio empresarial de Israel, sendo o Sr. Propper uma referência para temos relacionados à governança em empresas de capital com controle familiar.

“A Nestlé originou-se na Suíça, mas tornou-se, ao longo do tempo, uma holding mundial
multinacional. Uma renomada empresa de marketing de negócios de proporções gigantescas com amplo know-how em seu campo, a estratégia de gerenciamento autodefinida da Nestlé prescreve a fusão da empresa com empresas bem-sucedidas da indústria de alimentos em todo o mundo. A colaboração da Nestle com a Osem levou à assinatura de um acordo de transferência de conhecimento, que autorizou o Grupo Osem a usar o conhecimento da Nestlé nos campos de pesquisa e desenvolvimento de produtos,
sistemas de informação e tecnologias de alimentos. As duas empresas trocaram de funcionários, permitindo que a Osem se beneficiasse da ampla experiência dos gerentes da Nestlé. Consequentemente, um representante da Nestlé foi nomeado presidente do Conselho de Administração da Osem.

A parceria da Nestlé com o Grupo Osem não só demonstrou sua confiança nas habilidades de gestão e operação da empresa, mas também serviu de trampolim para o avanço de Osem para novos horizontes, que antes só poderiam ser sonhados.

A parceria com a Nestlé criou novos padrões de qualidade e excelência e trouxe a implementação de métodos de trabalho modernos da Osem, que elevaram a Osem não apenas à vanguarda da indústria de alimentos de Israel, mas ao alto escalão dos fabricantes internacionais de alimentos.

Sua aliança com a Nestlé demonstrou um tremendo avanço para o Grupo Osem. Ele abriu as portas para uma ampla atividade comercial e enriqueceu a base de conhecimento da Osem em uma variedade de tópicos relevantes – incluindo tecnologias de ponta, economia, administração e finanças, bem como marketing e publicidade. A nova era do Grupo Osem se expressa diariamente em todas as tarefas, seus métodos de trabalho, sua conduta e em sua busca pela excelência nos negócios – um valor inerente ao código ético compartilhado pela Nestlé e pelo Grupo Osem.” (https://www.osem.co.il/en/history/)

Em fevereiro de 2016 a Nestle anuncia a compra do restante da fabricante de alimentos, na seguinte nota publicada pela Reuter: “Nestlé vai comprar o restante da fabricante de alimentos israelense Osem por US $ 840 milhões. JERUSALÉM (Reuters) – A gigante de alimentos suíça Nestlé NESN.VX concordou em comprar acionistas minoritários do maior fabricante de alimentos israelense, Osem OSEM.TA, por cerca de US $ 840 milhões, aumentando a participação estrangeira dos principais produtores israelenses de alimentos.

A Nestlé investe em Osem há mais de 20 anos e já detém 63,7% da empresa, a terceira maior fabricante de alimentos de Israel em vendas, competindo com a líder de mercado Tnuva e Strauss Group ( STRS.TA ). A Bright Food da China comprou o controle da Tnuva no ano passado por US $ 1,1 bilhão para ter acesso a novos produtos e tecnologia. A Nestlé ofereceu 3,3 bilhões de shekels (US $ 840,5 milhões) ou 82,5 shekels por ação das ações da Osem que não possui, disse Osem em um documento à Bolsa de Valores de Tel Aviv, acrescentando que o negócio valorizaria a empresa em 9,13 bilhões de shekels. Isso
está bem acima do preço de fechamento de quarta-feira de 65,71 shekels e acima de uma oferta de 80 shekels que ela fez para a companhia em novembro, o que levou a um acordo em princípio para vender.

“Após a conclusão do negócio, a empresa se tornará uma empresa privada que é totalmente de propriedade da Nestlé”, disse Osem. Após a compra, as ações da Osem seriam retiradas da Bolsa de Valores de Tel Aviv. As ações da Osem subiram com a notícia e estavam negociando 22% a 80,23 shekels às 10h14. Nestlé caiu 1,5 por cento para 74,05 euros.” (https://www.reuters.com/article/us-oseminvestments-m-a-nestle idUSKCN0VD0Y5)

Panthera_Coworking

Dentro do conceito de buscar ampliar a diversidade na participação dos conselhos, a visita ao espaço de coworking Panthera foi um belo momento para ampliar os horizontes e ter contato com um projeto de arquitetura de interiores muito despojado e contemporâneo. Um espaço horizontal muito bem decorado, com café, espaço para shows, terraço, salas e com acesso a tecnologia de ponta em todos os seus ambientes são alguns dos atributos, mas fundamentalmente, o aspecto da liderança feminina.

A Panthera é o único clube desse tipo em Israel a promover mulheres profissionais. Baseado em um modelo operacional único: espaço de trabalho compartilhado, incubadora, campus, rede e clube social, tudo sob o mesmo teto. O objetivo: iniciar e promover profissionais, empresas e empreendimentos pertencentes e / ou compartilhados por mulheres. O complexo é destinado a empresários, start-ups, independentes, criadores, gerentes e muito mais. O complexo inclui um espaço de trabalho pessoal e reuniões diárias de trabalho e reuniões de negócios. Salas de reuniões, serviços de escritório, lounge e bar
de luxo e sala de conferências. O Pantheras coloca a disposição mentores presenciais e mentores inspiradores, especialistas em suas áreas, cuidadosamente selecionados, em todas as áreas relevantes para o crescimento pessoal e empresarial, cursos, painéis e workshops, desenvolvimento de habilidades gerenciais e de negócios, bar com apresentações ao vivo de criadores.

O complexo está localizado na Rua Ha’arba’a, em Tel Aviv. Curtam o site e vejam que bela ideia empreendedora: https://www.pantherapro.com/ Orcam_(https://www.orcam.com/pt/)
Para encerrar a jornada visitamos a Orcam, uma empresa de tecnologia que ainda é considerada uma startup, mas que já comercializar alguns produtos, os quais podem ser encontrados facilmente no site da empresa. A missão da OrCam é aproveitar o poder da visão artificial, incorporando tecnologia pioneira em uma plataforma vestível que melhore a vida de indivíduos cegos, deficientes visuais e com dificuldades de leitura. A OrCam foi fundada em 2010 pelo Prof. Amnon Shashua e pelo Sr. Ziv Aviram, que também são cofundadores da Mobileye, líder do sistema de prevenção de colisões e inovador para direção autônoma. O dispositivo OrCam MyEye original foi lançado em 2015 e a geração mais recente, OrCam MyEye 2.0, foi lançada em 2017.

A apresentação que recebemos foi com o uso da solução para melhorar a visão de pessoas com deficiência. O produto desenvolvido pela Orcam é acoplado a haste do óculos e com simples toques na base do produto é possível acionar o sistema e iniciar a leitura através de uma câmera instalada na parte frontal do produto. É processada a leitura do texto que pode ser tradiuzido na língua desejada (aproximadamente 30 línguas) e um mini microfone emite o som bem próximo ao seu ouvido. Reconhece dinheiro, bulas, jornais e etc. Outra função do equipamento é o reconhecimento facial. Consegue identificar até 100 pessoas. Na primeira vez se usa o sistema para identificar o rosto da pessoa e o respectivo nome. Dali em diante a câmera reconhece a pessoa e emite um som informando o nome da pessoa identividada. O valor do aparelho está na faixa de cinco mil dólares.

Agradecimento Jornada Técnica IBGC 2019.

Queridos colegas de Jornada! Muito obrigado pela acolhida, conteúdo e ajuda no desenvolvimento do programa. Nossa responsabilidade em fazer acontecer o que aprendemos será decisiva para deixarmos legados nas organizações por onde a vida nos levar. Precisamos ser os protagonistas. Acredito que o famoso discurso de Steve Jobs em Stanford possa ser adaptado ao ecossistema de Israel mais ou menos assim… “… os pontos só se conectam em retrospecto. Por isso, é preciso confiar em que estarão conectados, no futuro. É preciso confiar em algo – seu instinto, o destino, o karma. Não importa. Essa abordagem jamais me decepcionou, e mudou minha vida… Lembrar de que em breve estarei morto é a melhor ferramenta que encontrei para me ajudar a fazer as grandes escolhas da vida. Porque quase tudo – expectativas externas, orgulho, medo do fracasso – desaparece diante da morte, que só deixa aquilo que é importante. Lembrar de que você/organização vai morrer é a melhor maneira que conheço de evitar armadilha de temer por aquilo que temos a perder. Não há motivo para não fazer o que dita o coração.”
Viver Israel e seus conflitos permanentes, sempre em estado de guerra, trouxeram a dimensão do censo de urgência que temos que ter e dar ao que realmente interessa. Essa cultura me fez refletir também por esta perspectiva e despertou variáveis que não temos no Brasil. Um grande abraço a todos!

Warm Up
Aspectos Culturais = Chutpze = Questionar / Falhar = Presunção, Improcedência, Petulância, Descaramento, Insensibilidade, Impropriedade, Insolência, Descaramento, Shameless. Mas tem uma outra qualidade muito importante do povo em Israel. Tachles: as vezes confundido por nós, pela nossa cultura latina, como uma postura rude, ser tachles é ser objetivo, direto, pragmático. Com pouco ou sem espaço para floreios.
Visitas realizadas: Ao Governo (7 ou 25%) + Academia (3 ou 8%) + Setor Privado (18 ou 67%) = Ecossistema Israel.
Resumo: Governança Corporativa, Inovação, Digital, Dados, Cyber Ataques.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here