NOTAS DA SEMANA-09-08-19

0
225

YAEL EINSTAT é a fundadora da Kilele Global, uma empresa de risco político-global. Ela passou pelo setor de análise da CIA como Senior Intelligence Officer, é diplomata, e trabalhou como Nacional Security Advisor do Vice-presidente Joe Biden.

“O FACEBOOK CONHECE VOCÊ MELHOR DO QUE A CIA.”

Esse título foi feito pelo jornalista colunista de Zero Hora Rodrigo Lopes que nos mostra essa triste realidade.  Matéria que interessa muito ao mercado, leiam e fiquem pasmos.

Fizemos uma incursão na vida da Yael e de seu currículo que avaliza essa análise. Eis parte do texto do Rodrigo:

“Em entrevista à revista Wired, uns dos principais veículos sobre tecnologia do mundo, Yael contou sobre sua missão no Vale do Silício: investigar falhas da companhia de levaram à suposta interferência russa nas eleições de 2016. Daí a conclusão: Começo a fazer essa piada (nem todo mundo a faz, tendo estado em ambos os lados), mas o Facebook conhece você melhor do que a CIA. Sabe mais sobre você do que você mesmo.

Alarmante! Yael é uma das raras pessoas a conhecer por dentro duas organizações cercadas por sigilo: uma conhecida por  operações “ não convencionais” durante a Guerra Fria, financiamento de grupos opositores para desestabilizar regimes inimigos da Casa Branca, apoio a ditaduras e interrogatórios com tortura: outra suspeita de manipular seu algoritmo para manter usuários dentro de seu ambiente, punida por vazar dados pessoais de internautas para consultoria política e acusada, nos EUA e na Europa, de concorrência desleal.

Como serviços “ gratuitos”, as gigantes de tecnologia ganham dinheiro mantendo o usuário engajado, para que possam exibir anúncios publicitários. Quanto mais você curte, posta e assiste a vídeos de gatinhos, mais repassa suas informações ao Facebook. Por seu lado a empresa, de posse de seus dados, explora gostos, sentimentos e fragilidades para direcionar propaganda. Diz a ex-diplomata:  O modelo de negócios (do Facebook) e mantê-lo engajado.  Não é uma questão de saber se publicidade é bom ou ruim.

A questão é: o que eles têm de fazer para mantê-lo engajado tempo suficiente para exibir anúncios diante de seus globos oculares? Suas ferramentas estão fazendo o que podem para nos manter engajados, o que está nos levando a mais e mais buracos extremos, nos polarizando cada vez mais. Quanto mais nos mantiverem indignados, irritados, polarizados, será mais fácil para uma Rússia entrar e explorar essa divisão.

Segundo ela, as falhas que possam ter levado à interferência estrangeira na eleição de Donald Trump consistiriam na parte mais fácil de ser corrigida.

Havia anunciantes que pagavam em rublos (moeda russa). São coisas que não deveriam ter sido tão difíceis de se descobrir –  sugere.

Para ela, o principal problema na discussão sobre o lado sombrio das plataformas é o modelo de negócios do Facebook, que se alimenta intencionalmente de nossos piores sentimentos como seres humanos. A companhia é suspeita de fornecer a assinantes ferramentas que lhes permitem fazer marketing psicológico, aproveitando de nossos perfis. Uma das iniciativas da publicidade gera em torno de empresas que fazem propaganda, aproveitando-se da análise de dados pessoais dos usuários, procurar por quem está triste para comercializar antidepressivos, por exemplo.

Daí para a segregação por raça, religião ou gênero é um passo.

CONTEÚDO DIFERENCIADO

Além das pílulas lidas nas Notas da Semana, vale conferir alguns assuntos publicados nesse site:

ESPECIAL –  entrevista com o VP de marketing da Nestlé realizada na M&M; –  consumo na crise – comportamento do consumidor em meio a recessão – Sinais de decepção com as In house.

DESTAQUE – Globo inaugura um complexo de produção – entenda o que muda também na forma de comercialização.

VÍDEO – veja alguns dos comerciais que mais gostamos e que vale assistir.

MORYA RS

A Morya no Rio Grande do Sul não terá mais sotaque baiano?? Resposta na próxima coluna!

RECORD TV RS

A emissora de TV no RS está desde o início de agosto implementando uma transformação e uma nova interatividade com o mercado publicitário, contratando o profissional especialista em comercialização, Gabriel Habeyche, que nos últimos tempos esteve na RIC de Santa Catarina.

Temos certeza que com essa contratação a imagem da emissora passará por um novo momento e irá crescer de uma forma perfeita, pois tem uma programação que tem números bons de audiência e precisa justamente de confiança e credibilidade.

VOANDO BAIXO ATÉ QUANDO?

O rio Grande do Sul continua sendo o estado brasileiro onde tudo é mais difícil e crescer é um verbo que não se conjuga.

Já não basta o ICMS mais alto do país que inibe e eleva o preço dos nossos produtos, estamos vivenciando uma situação constrangedora com a empresa Fraport que está fazendo do Salgado Filho um dos aeroportos mais modernos do mundo e que precisa ampliar a pista de pouso para que aviões cargos e outros gigantes possam levar e trazer divisas para nós.

Aí fica a ANAC dizendo isso, a prefeitura aquilo, o governo nada, a justiça contra o empreendedor o traficante manda, incrível, para que tudo fique parado, ou melhor, estacionado no hangar dos caranguejos.

Pior, muito pior, quem investirá nesse Estado com esse descaso com a iniciativa privada, lembrando que a CEEE, Sulgás e CRM estarão à venda logo, logo.

Está na hora do engajamento da construção de um Estado livre dessas picuinhas que nos enfraquecem e que nossas entidades de propaganda provoquem essa ATITUDE.

O alarme está tocando, as máscaras estão caindo e falta muito pouco para derrocar em definitivo.

SALÃO RENOVADO

Foi anunciado essa semana as alterações no formato do Salão ARP 2019. Além da novidade na forma de indicar os profissionais do ano, foram incluídas novas categorias e alterado o nome de algumas categorias já tradicionais. Tudo para se adequar às transformações da indústria criativa e continuar sendo o evento de valorização da publicidade gaúcha.

KANTAR EM MOVIMENTO

A empresa gigante de pesquisa que foi adquirida em parte pela Bain Capital por U$ 4 bilhões vem agora com sede de novos investimentos para abraçar novas tecnologias. Uma das principais investidas será em inteligência artificial. Devem vir novidades com muita propriedade em pesquisa com novas tecnologias.

REDES SOCIAIS À MÃO ARMADA

Por causa do aumento dos tiroteios em diversas regiões do Estado Unidos, o governo americano quer intensificar a supervisão nas redes sociais como forma de evitar esse tipo de ação extremista. Quem não está muito alinhado com essa vigília são os investidores, que já preveem uma queda de valor das plataformas sociais.

DA CERVEJA PARA O VINHO

Figura carimbada na cultura popular brasileira sob o pseudônimo de “Baixinho da Kaiser”, o ator José Valien Royo volta a ser protagonista de uma publicidade no mercado de bebidas. O profissional foi contratado para a nova campanha do e-commerce de vinhos WINE.

ACORDO PARA SOBREVIVER

GateHouse e Gannett, maiores cadeias de jornais dos EUA, unem operações.

Acordo surge em um momento no qual muitos jornais vivenciam queda de suas receitas.

A transação de união foi no valor de mais U$ 1,4 bilhão.

Os números de assinaturas digitais dos jornais nos Estados Unidos já representam mais de dez milhões, o crescimento é gigantesco.

INCLUSÃO INTERNACIONAL

A marca Victoria Secrets contratou a primeira modelo transgênero para fazer parte de suas “angels” e é uma modelo brasileira.

Novos tempos. Novos padrões.

DEFESA AGUERRIDA

O Sinaprors está sempre atento na defesa do mercado publicitário e uma de suas principais frentes é relacionado ao acompanhamento dos editais de escolha de agência.

Nessa semana entrou com uma ação na justiça para suspender a sessão de abertura do edital na Prefeitura de Caxias do Sul.

O edital publicado pela prefeitura fere a lei que rege os editais publicitários permitindo que a agência não cobrasse pelos custos internos e que pudesse devolver todo o percentual de comissão dos veículos.

Pelos menos alguma entidade está atenta aos absurdos do mercado, para que num futuro próximo as agências não tenham que pagar para trabalhar.

CONSORRÊNCIA DE GIGANTES

A Bloomberg, serviço de streaming da Walt Disney chegou para incomodar sua principal rival – Netflix. Além de oferecer acesso a programação familiar, esporte ao vivo e um enorme acervo de programas de tv, chega com preço menor que seu concorrente e busca conquistar pela infinidade de opções.

Briga de titãs e quem ganha é o consumidor.

PÁ DE CAL

Nova medida provisória do Ministério Público, desobriga as empresas de capital aberto a publicarem os balanços financeiros em veículos impressos.

Segundo a MP essas companhias podem publicar seus resultados no próprio site da CVM e também em suas próprias páginas na internet.

Será que os jornais conseguirão sobreviver após mais essa mudança?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here