Daiana Bellaver-16-08-19

0
8

MULTIDISCIPLINARIDADE E ESTRATÉGIA: A MÍDIA REINVENTADA

Como a área e os profissionais de mídia estão se adaptando às mudanças da comunicação.

Por Daiana Bellaver, Head de Mídia na DZ Estúdio

Eu começo este artigo fazendo um questionamento ainda muito presente dentro das agências de comunicação: qual o verdadeiro papel da mídia? Hoje, mais do que nunca, a mídia é um componente de extrema importância para a criação da estratégia e imprescindível para o resultado final, seja qual for o objetivo do cliente.

Atualmente, a mídia desempenha um papel muito mais estratégico e precisa ter mais habilidades para visualizar o todo. Mais do que a responsabilidade de orçar e negociar, a mídia é cada vez mais múltipla, assumindo com maior propriedade o papel de contribuir para o direcionamento da comunicação, adequando os objetivos propostos aos meios com maior eficiência. E aqui não importa se o objetivo é awareness, performance ou a influência real no resultado de negócios dos clientes.

Também não importa se estamos falando de mídias tradicionais ou digitais. Essa diferenciação nem deveria mais existir. Não existe veículo ou plataforma de mídia que não funcione. Tudo depende de três pilares: estratégia, investimento e objetivo. E aí entra o papel fundamental de um profissional de mídia com uma visão global, que tenha conhecimento tático e também analítico para a mensuração dos resultados. Claro que com os veículos e formatos digitais temos um maior controle dos resultados devido à mensuração e análise mais rápida, mas o que importa aqui é o equilíbrio entre os pilares.

E a multiplicidade não fica somente na área de mídia. O profissional que atua nela precisa estar cada vez mais antenado e demonstrar ainda mais a sua adaptabilidade, versatilidade e capacidade de transformação constante. Afinal, estar ligado às novidades, saber diferenciar tantas plataformas que a todo dia surgem e testá-las é difícil, mas essencial para o sucesso do trabalho e para o próprio crescimento pessoal. Um profissional mais versátil com um bom repertório de veículos, plataformas e formatos agrega muito e isso se torna crucial no mercado da comunicação.

Na DZ trabalhamos por squads, o que facilita muito esse processo, e tanto a mídia como os outros núcleos são responsáveis pela co-criação das campanhas.

A mídia não é só envolvida no final do processo, mas também nos brains com o propósito de ajudar a direcionar as ideias dos criativos e planners.

O processo então é muito mais ágil e dinâmico. A consequência disso? Otimização do tempo, foco, criticidade e resultados.

Pois bem, essa é a tal da multiplicidade da mídia que não se limita a somente conhecer muito bem os meios, veículos, plataformas e formatos, mas também tem a preocupação de se adequar aos resultados e mudar o rumo, caso necessário, focando no que foi determinado. A graça da mídia hoje é essa. Não deu certo? Analisa e muda. Tudo é possível. A mídia não é mais estática e engessada. Ela é múltipla, analítica e mutável, porque o que mais importa é cumprir os objetivos do cliente.

Para saber mais sobre a DZ, é só seguir a gente no InstagramFacebook ou Linkedin.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here