FAKE NEWS

O termo “Fake News” surgiu nos últimos anos, durante as eleições presidenciais de 2016 nos EUA. Notícias tendenciosas e sensacionalistas disfarçadas de jornalismo já existem há muito tempo, mas se expandiram por meio da internet e das mídias sociais. 

Hoje há tantas informações que é difícil decifrar o que é real e o que é falso. É preciso esclarecer as notícias que as pessoas podem confiar, comparadas com as notícias que deveriam ser factuais e imparciais, e muitas vezes não são mais confiáveis.

A notícia continua sendo importante e o cidadão responsável precisa se manter atualizado sobre o que está acontecendo localmente e no exterior. Mas quando há tantas fontes de “notícias”, como saber quais são legítimas e quais evitar?

Enquanto as pessoas aguardavam por acesso gratuito às notícias, as instituições começaram a passar por dificuldades. Mas, atualmente, a maioria das principais mídias de notícias tem opções de assinatura. Portanto, uma recomendação é que o usuário escolha algumas mídias que aprecia e invista na assinatura. Isso não só irá garantir que o leitor receba notícias reais, mas também ajudará a fortalecer a instituição da imprensa independente (um dos pilares da democracia).

Outra opção que a tecnologia nos oferece é apoiar diretamente os jornalistas. À medida que mais e mais mídias convencionais encerram suas atividades ou reduzem suas equipes, alguns jornalistas estão optando por fazer seus trabalhos de forma independente. Os usuários podem seguir os jornalistas nas redes sociais, para descobrir como e se existem maneiras de apoiar o seu trabalho.

Se uma pessoa interage com o Feed de Notícias, ela deve fazer o papel de um jornalista, verificando tudo o que é lido antes de compartilhar ou acreditar na informação.

Outra maneira de o leitor garantir o acesso às notícias reais é ler diversas fontes. É importante ver o que as diferentes mídias estão dizendo sobre o mesmo assunto. Neste ponto, é difícil argumentar que mesmo as fontes de notícias mais antigas são realmente imparciais, mas lendo várias fontes, é possível descobrir o que é um fato e o que é um viés.

A internet tornou possível que todos possam ser editores. Enquanto nos trouxe muitas coisas incríveis, também criou um ambiente onde as notícias falsas são um problema real e constante. Mas cada um, como ser humano crítico e inteligente, tem o poder de fazer análises. É importante usar esse poder.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *