José Maurício Pires Alves

AS AMIZADES NÃO MORRERAM

Por José Maurício Pires Alves – Atalho Soluções em Comunicação                                         

A pandemia nos trouxe muitas perdas mas também nos mostrou um fato importante:

as amizades nãomorreram.

Com a proliferação dos grupos nas redes sociais estamos muito mais pertos de nossos amigos. A internet e os celulares, sempre rejeitados por muitas pessoas que divergem de seu uso, nos possibilitam a intensidade de relacionamentos. Creio até que a Internet foi a invenção mais importante para manter amizades.

E já ouvi afirmações de que os laços de amizade influenciam a saúde e a longevidade. Na infância ajudam a socialização das crianças, na juventude promovem a integração e depois dão vida aos idosos.

Faz com que eles se sintam valorizados e acolhidos.

Agora, precisamos combater a solidão a que fomos relegados e, a maneira mais segura é contatarmos diariamente nossos amigos. Hoje dedico muito mais tempo aos amigos, que antes da pandemia. 

Retomei e cultivo amizades distantes e quase esquecidas ou perdidas no tempo. As relações não se fazem só pessoalmente. E a diversidade de caminhos que a vida nos proporciona, nos leva a cidades e locais diferentes.

Mas com o WhatsApp nunca foi tão fácil e barato manter conversações com os amigos.

E até reencontrar as amizades do passado.

Eu vivo de amigos como vocês.

Por isto me alegro em reafirmar: as amizades não morreram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *