MERCADO DE TRABALHO

Os avanços da tecnologia, historicamente, são um dos motores que impulsionam as transformações no mercado de trabalho. Isso porque, com novas ferramentas e novos processos, o papel dos funcionários se modifica dentro das empresas. Com ciclos de mudanças cada vez mais curtos, o que podemos esperar do futuro do trabalho?

O fato é que o mercado ainda vai se transformar muito nas próximas décadas. Apesar de ser impossível prever o futuro, se olharmos para o passado e dedicarmos um tempo observando as mudanças, é possível identificar os setores que irão se transformar primeiro e de forma mais impactante.

Quando pensamos em futuro do trabalho é fato presumir que as atividades relacionadas à tecnologia e ao mundo digital terão grande impacto no que diz respeito a novas profissões. Nesse sentido, novas e mais funções poderão surgir a partir de cientistas ou engenheiros de dados, especialistas em cloud computing, designer de realidade aumentada, entre outros.

Nesse cenário, ser um profissional de TI certamente é uma vantagem competitiva. É claro que apenas isso não garante a empregabilidade, uma vez que a especialização é o que realmente conta na hora de se posicionar profissionalmente. Uma dica para os profissionais é buscar atualização constante, acompanhar as tendências e desenvolver habilidades que vão além da competência técnica de suas profissões.

Aspectos de liderança, inovação, mindset criativo e competências de gestão são algumas das capacidades complementares aos profissionais e que estão sendo cada dia mais demandadas pelas empresas. Sempre existirá uma lacuna entre a velocidade com que as corporações demandam skills e competências e o que o mercado de trabalho oferece. Essa realidade é ainda maior no Brasil, dado a ainda baixa qualidade de ensino.

Além de se preparar melhor, o profissional do futuro precisa estar pronto para se adaptar às novas relações de trabalho. Modelos pautados por jornadas engessadas e salários fixos devem ficar no passado. A tendência é que as contratações aconteçam por demanda ou projetos, exigindo uma maior habilidade de gestão por parte do trabalhador.

De maneira geral, a tecnologia vai impactar todos os setores da economia, desde a área de saúde, ciências humanas até o setor de serviços. Se você já está com medo de perder seu emprego para uma máquina, saiba que o profissional do futuro precisa ser altamente especializado, desenvolver habilidades de adaptação, empatia e principalmente criatividade para propor soluções a problemas ainda não conhecidos. Quanto antes se começar, melhor. O futuro já está aí.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *