NOTAS DA SEMANA-31-07-20

GABRIEL FUSCALDO

A Moove comemorou 18 anos na última sexta-feira (24) com uma confraternização online na qual reuniu seus colaboradores para tratar sobre perspectivas de expansão e alterações no comando da agência.

Na ocasião, foi anunciada mudança na condução da empresa: Gabriel Fuscaldo passa a ser o CEO, responsável por determinar a direção estratégica e executiva da Moove. Ele responderá a um conselho formado pelos quatro sócios da agência: José Luiz Fuscaldo, Luana Rodrigues, Aira Franciosi e Denise Milão.

Conforme Fuscaldo, que segue como presidente da Moove, “chegou a hora de um novo ciclo, e buscamos no Gabriel a capacidade de se relacionar com uma visão de negócio que nos fortaleça em meio à revolução digital, que já provocou mudanças significativas no meio da comunicação e da propaganda.
Gabriel está muito bem preparado e conectado com esse novo mind set, com o novo jeito de fazer, porém, sem desprezar o que tem de essencial no nosso negócio. A missão dele é fazer a Moove aprofundar essa caminhada, a inserção em uma era de grandes mudanças, e expandir para novos mercados,especialmente pela fluidez que o mundo digital proporciona.

Estamos muito confiantes na capacidade e na visão dele para nos inserir definitivamente em oportunidades que essa nova era apresenta”.
O novo CEO da Moove projetou o foco inicial do seu trabalho: “Vou me dedicar à interconexão com o mercado e, principalmente, com os nossos clientes, buscando novos espaços para a inovação, visando à construção de um ecossistema melhor a todos”.
“Me preparei bastante para este momento, e esta decisão se deve ao trabalho com entregas inovadoras que desenvolvemos com toda a equipe.

Agradeço o voto de confiança da empresa, que foi possível em função de termos um grupo forte na agência”, afirmou Gabriel, se dirigindo ao time de “m*oovers*”.

O desafio assumido, conforme o novo CEO, é garantir o crescimento e a expansão da Moove hoje e nos próximos 18 anos. “A agência ampliará sua participação em processos licitatórios na plataforma de comunicação institucional, enquanto fortalece a presença da marca Moove na
plataforma privada, apostando forte na estratégia de inbound, que já gera resultados com a atração de marcas nacionais. Já fechamos dois contratos dessa forma neste ano atípico”, explicou.
“Buscarei ainda desenvolver cada vez mais as expertises dos colaboradores.
Nossa cultura é a do aprendizado contínuo. As pessoas são um dos
grandes diferenciais estratégicos da Moove, são um dos pilares que fazem com que a agência tenha uma proposição de valor única nas suas entregas”, concluiu.

PARA PENSAR

Jornalista que assina matérias e faz cobertura pode escrever e publicar fake News?

Jornalista que tem coluna impressa em jornal pode comparar alhos com bugalhos, erradamente e continuar dizendo porque tem um grupo atrás?

Jornalismo não é mais o fato e sim a opinião ideológica e interpretação como ele assim entende e o leitor ou ouvinte que se lixe?

A Covid 2019 só mata, ninguém foi salvo ainda? As estatísticas e notícias só falam em mortes e quantos irão morrer brevemente.

As notícias falam que os donos das quarentenas, os governantes, são médicos e cientistas e se formaram no curso da OMS com méritos?

OS DESAFIOS DO SEGMENTO OOH

Todo o mundo está sentindo os impactos da quarentena em razão da pandemia do novo coronavírus. E para a indústria da publicidade não é diferente.

E o segmento de OOH (Out Of Home) tem um papel relevante nesse contexto, de oferecer informação e prestar serviço principalmente àqueles que não podem deixar de sair de casa.

Este bate-papo contou com as presenças de Gustavo Silva (Eletromídia), Wilson Nogueira (SEPEX), Luiz Biagioti (Clear Channel) e Heitor Pontes (JC Decaux) no #APPCAST desta semana!

NOVA CONTA

Escala City conquista a conta da Todeschini que estava fora do RS.

MOSTRA COLETIVA DE ARTE

Para estimular a criatividade dos artistas durante o período de distanciamento social, a Gravura Galeria de Arte lançou o projeto ConfinArt. O objetivo foi provocar a imaginação na criação de uma obra de arte que refletisse sobre a crise atual com a mensagem: tudo passa, a arte fica. Inicialmente, o projeto foi uma exposição virtual que teve grande aceitação dos mais de 60 artistas que conseguiram exibir suas criações através das redes sociais da galeria.

Agora, a Gravura convidou os 66 artistas para a exposição real na galeria onde serão apresentadas as obras em diferentes técnicas como desenhos, gravuras, pinturas e esculturas. Parte da renda da mostra será revertida ao projeto Arquitetos Voluntários.

“A iniciativa é incrível e, além de reunir grandes artistas neste momento tão singular, ajudará um projeto social. A arte sendo solidária e ao mesmo tempo mostrar tantos estilos e técnicas, é extremamente louvável” afirma Cado Bottega.

Como o momento ainda exige muitos cuidados, não será realizado um evento físico para evitar aglomerações. A abertura da ConfinArt será através de uma live no dia 05 de agosto, às 16 horas, com coordenação da diretora Regina Galbinski Teitelbaum, participação dos artistas e da criadora dos Arquitetos Voluntários, a arquiteta Daniela Giffoni, ficando aberta à visitação com número controlado de visitantes.

4ALL

Toda quinta-feira às 10h, o The Fourth Cast, um podcast do ecossistema 4all que vai falar sobre os universos de tecnologia, cultura e negócios invade o seu Spotify. E o melhor de tudo isso é que todos os episódios serão feitos pelos especialistas e de forma colaborativa entre as empresas que compõe o hub da 4all.

Basta acessar o Spotify com o link: https://open.spotify.com/show/712XSiwiMCM03jAUZUITDy

Você não pode perder!

#Go4all

LIVE: MARKETING, E AGORA?

O encontro que foi um sucesso na semana passada agora vai chamar os diretores de marketing aqui do Rio Grande do Sul para um bate-papo que vai falar sobre como estão as transformações internas e de que maneira estão usando isso para a gestão da marca.

Contamos novamente com o apoio do Gav RS, Sinapro RS e Clube de Criação RS.

O evento será realizado na segunda-feira dia 17/08 das 17h às 19h via plataforma Zoom com mediação de Nenê Zimmermann.

Convidados:

Alessandro, ESPM, Ana, Renner – Anna Quadros, Fecomercio – Cleber, Icatu – Dennis, Zaffari -Fabiana, Lebes – Gabriel, Feevale – Gerson, Unimed – Karla Amaral, Panvel – Lyzandra, Pompéia – Marcelo Leite, RBS  – Márcio, FIERGS – Maria, Colombo – Mariana, Melnick – Marketing, Banrisul – Marketing, Sicredi – Rafael, Rissul – Rafael, Sthill – Roberta, Herval – Rodrigo, Opinião – Saulo, Agibank – Silvia, Shopping Total – Silvio, FMP – Tania, Barrashopping e Tiago, 4all.

PS: Alguns nomes sujeitos a confirmação

Em breve será disponibilizado o link para acesso ao Zoom.

INSIGHTS RECORD RS

A Revolução Digital e o Covida-19 aceleraram a inovação como peça-chave das Empresas. Com o objetivo de promover a efervescência e o debate, o Grupo Record RS promove a partir do dia 03 de Agosto às 17 horas, o Insights. O evento será transmitido pelo Youtube do Jornal Correio do Povo para Convidados do Grupo, Clientes, Lideranças Empresariais e Políticas e Agências de Propaganda.
No 1º Insights Grupo Record RS o Palestrante Convidado é o CEO da E21, Luciano Vignoli, com o Tema: Aceleração metabólica nos negócios. Os Efeitos colaterais do C-19 fazem com que vivamos “A Origem das Espécies” de Darwin reinventada. Clientes mudam, Agências mudam. Veículos mudam. Ou não.
Para o presidente do Grupo Record RS, Carlos Alves, “com o surgimento da pandemia provocada pelo COVID-19, muito se ouve falar em pensar e ajudar ao próximo. Por isso abriremos espaço para que especialistas de diversas áreas apresentem caminhos e mostrem possíveis formas de superar essa crise”. Carlos Toillier, Diretor Comercial da Record TV RS afirma estar entusiasmado com o Insights: “O Grupo Record RS como Hub Multiplataforma que conjuga TV Aberta, Localismo, Digital, Jornal e Rádio é Protagonista do Mercado da Comunicação. Observar as tendências, trazer à luz do debate o novo é a nossa Missão. Afinal de contas, reinventar é a nossa marca.”

AGROEAD

Com o propósito de levar conhecimento e atualização a produtores rurais de todo o Brasil, a AgroEAD Academia do Agronegócio surge como uma plataforma online de cursos de capacitação, abrangendo os mais diversos segmentos do agro e propiciando a atualização no mercado que fortalece o setor. A E21 como especialista em comunicação Agro firmou essa parceria.

Acesse o site: https://bit.ly/2BVaayp e conheça mais da plataforma.

BRIVIADEZ

A Coluna do Nenê anunciou em primeira mão que a BriviaDez está abrindo sua sede em Brasília e que foi a vencedora da concorrência do Banco do Brasil com um contrato que pode chegar até R$ 40 milhões anuais e tem duração de cinco anos.

Na última semana, a BriviaDez iniciou um processo de seleção para mais de 60 vagas de trabalho. A busca de talentos está voltada à estruturação da unidade na capital federal, que terá na frente da operação, Eliel Allenbrandt, que já atuou como CEO da Isobar (agência do Grupo Dentsu Aegis Network) em Brasília. Três heads já foram anunciados desde então: Alex Coelho (Creativity), Daniel Gizo (Strategy) e Luiz Paulo Rosa (Operations).

FEEVALE

A Universidade Feevale publicou nesta terça-feira, 28, o cronograma de contratação dos 1.940 proponentes contemplados no Edital FAC Digital RS, iniciativa da Secretaria de Estado da Cultura (Sedac), por meio de seu Fundo de Apoio à Cultura (FAC RS). A lista definitiva dos projetos contemplados foi divulgada no último dia 7.

CONFIRA O CRONOGRAMA:

– Análise das documentações – até 6/08

– Envio de e-mail aos proponentes com documentação pendente: até 7/08, às 23h59min

– Prazo final para regularização da documentação: até 12/08, às 23h59min

-Envio dos contratos aos proponentes aptos na 1ª etapa: até 31/08, às 23h59min

CHAMAMENTO DOS SUPLENTES

Publicação da lista de suplentes convocados: 20/08

Envio de documentos dos suplentes convocados, via formulário de contratação: de 21 a 31/08/2020, às 23h59min

O Edital FAC Digital, uma realização da Sedac em parceria com a Feevale, por meio do Feevale Techpark, tem como objetivo gerar oportunidade de trabalho para artistas, técnicos, produtores e fazedores de cultura. Com um total de 3.239 inscritos, foram selecionados 1.940 projetos: 141 de Artes Visuais; 81 de Artesanato;242 de Audiovisual; 323 da Categoria Transversal; 64 de Circo; 49 de Cultura Viva; 81 de Culturas Populares; 143 de Dança; 20 de Diversidade Linguística; 100 de Livro, Leitura e Literatura; 46 de Memória e Patrimônio; 26 de Museus; 455 de Música; e 169 de Teatro.

O edital complementar completo pode ser acessado nos sites www.feevale.br/facdigitalrs e www.procultura.rs.gov.br

Dúvidas ou informações podem ser esclarecidas pelo e-mail FACDIGITALRS@FEEVALE.BR .

GLOBO

Um novo Prêmio Profissionais do Ano. A Globo reinventa a premiação, acompanhando evolução do mercado e mudanças em tempos de pandemia.

Nada substitui o talento. Aquele que transforma ideias em campanhas inesquecíveis. E que é capaz de adaptar, em tempo recorde, a forma de trabalhar, criar, produzir, emocionar e informar, mesmo em meio à maior crise sanitária dos últimos tempos. Acompanhando essas mudanças e em sintonia com a evolução do mercado publicitário brasileiro, acelerada pela pandemia do coronavírus, o Profissionais do Ano também se reinventa em 2020. Refletindo as necessidades de inovação e integração, cada vez mais latentes entre os profissionais da área, novas categorias e formato do júri fazem parte das novidades elaboradas pela Globo. Agências de todo o Brasil podem inscrever seus trabalhos entre 29 de julho e 19 de agosto.

“Uma nova configuração do Profissionais do Ano já estava em nossos planos. Reformular o prêmio era necessário para acompanhar a evolução do mercado e mantê-lo relevante para os profissionais. A pandemia acabou acelerando esse processo”, comenta Eduardo Schaeffer, diretor de Negócios Integrados em Publicidade da Globo. “Revisitamos categorias e estamos fortalecendo integração e flexibilização como características essenciais para campanhas capazes de se destacar e gerar valor. Queremos transformar e trazer ainda mais potência e relevância para a premiação”, define Schaeffer.

As três categorias que antes compunham o prêmio (Campanha, Institucional e Mercado) dão lugar a cinco novas:

Filme: substitui a antiga categoria Mercado e contempla peças únicas, de veiculação nacional na TV aberta e por assinatura. Na classe Nacional, conta com subcategorização em Formatos Curtos, com duração de até 29 segundos, e 30+, com duração igual ou superior a 30 segundos. Também competem nesta categoria filmes de cunho social que não se enquadrem em nenhuma das outras categorias.

Campanha: conjunto de comerciais de produto, serviço ou ideia, assinado por um mesmo anunciante, com tema e/ou outros elementos em comum. Também competem nesta categoria campanhas de cunho social que não se enquadrem em nenhuma das outras categorias.

Integrada: campanha que tenha em sua estratégia de mídia a combinação de veiculação na TV (aberta ou por assinatura) com plataformas digitais da Globo, com diferença substancial entre as peças veiculadas, respeitando as características dos meios;

Ações em Conteúdo: projetos que tenham utilizado de forma inovadora as soluções de branded content nos canais aberto e por assinatura da Globo. A categoria avalia apenas ações realizadas no conteúdo, sem relação com o intervalo comercial. Ações com entregas digitais devem ser inscritas na categoria Integrada.

Ninguém Quarentena Sua Criatividade: filme ou campanha relacionado, de forma direta, à crise do coronavírus. Podem ser inscritas tanto peças com fins comerciais quanto de cunho social.

Trabalhos da classe Regional podem ser inscritas nas categorias Filme (sem subcategorização) e Campanha, com veiculação restrita às regiões Sudeste Capitais, Sudeste Interior, Norte-Nordeste, Leste-Oeste e Sul.

O regulamento completo está disponível no site do Prêmio Profissionais do Ano: https://profissionaisdoano.redeglobo.com.br/

O júri será online e formado profissionais com os diversos perfis de criativos. A primeira etapa do júri está prevista para 14 de setembro e a segunda, para a semana seguinte, em 21 de setembro. Os vencedores serão anunciados na primeira quinzena de outubro, em formato ainda em definição.

O potencial transformador do talento também é mote da campanha que marca o início das inscrições do Prêmio Profissionais do Ano 2020. Com filmes publicitários na TV aberta e por assinatura, peças para plataformas digitais e para os perfis de Negócios da Globo no Instagram e no LinkedIn, o trabalho destaca as obrigatórias mudanças, impostas pela pandemia, em nossas rotinas. Salas de casa que viram salas de aula, varandas utilizadas como palcos e prédios como academias, entre outros, ilustram como só o talento pode fazer com que as dificuldades se tornem ideias. Ideais essas que, com talento, podem se tornar inesquecíveis. A campanha está sendo veiculada desde quarta-feira (29).

BAND

A sétima temporada do MasterChef Brasil trouxe bons resultados para a Band em plena pandemia do novo coronavírus (Covid-19). A edição de terça-feira (28), o terceiro episódio da atual leva, marcou 3,8 pontos de média na Grande São Paulo, deixando a Record na quarta colocação no Ibope. Esta foi a primeira vez nesta temporada que o reality culinário ficou em terceiro lugar durante toda a exibição. A mineira Alessandra Maria saiu como a grande vencedora da competição realizada nesse episódio, embolsando R$ 5 mil.

No ar das 22h44 à 0h44, o MasterChef Brasil superou no confronto a emissora de Edir Macedo, que registrou 3,5 pontos no horário (com o filme Eu Sei o Que Vocês Fizeram no Verão Passado e a série policial Shades of Blue.

Com protocolos de higiene contra a Covid-19 e mudança de formato, a sétima temporada do reality show já acumula alguns feitos na audiência. A estreia chegou a ficar dez minutos na vice-liderança. E o segundo episódio ultrapassou a Record durante meia hora.

FESTA BALONÊ

O primeiro sábado do mês já é conhecido como o clássico sábado de festa Balonê. Neste próximo sábado, dia 01 de agosto de 2020, a Balonê, a FESTA VERY 80s + 90s estreia na sua versão VIRTUAL e como tema de toda programação visual o hit dos anos 80 *“DANCING WITH MYSELF”, um clássico do cantor Billy Idol, “dançando comigo mesmo” convida a todos a dançarem em suas casas.

Ainda sem previsão de retornarmos as pistas de dança aglomeradas e
saudosas do Bar Ocidente, a primeira edição da Balonê Virtual segue a ideia de manter a festa viva enquanto não podemos nos encontrar pessoalmente, remunerar a equipe envolvida na produção da festa, que está sem trabalho e com renda comprometida desde o início da pandemia e ainda ajudar ao próximo nesse momento tão delicado que estamos atravessando! Parte da renda será destinada a projetos sociais.

Os Djs residentes JZK e Taís Scherer vão agitar a pista de dança da tua
sala, e o convidado especial da noite será o Dj André Ozzone, que já fez parte do time de Djs residentes da Balonê. Então já sabe né! Arrasta os móveis da sala, coloca aquele modelito
arrasador, capricha nos comes e bebes, chama um delivery, faz aquela
iluminação e transforma a tua casa na nossa pista de dança e vamos dançar!!!

Cada um na sua casa, mas todos juntos ONLINE!
Os ingressos já estão à venda via SYMPLA: www.sympla.com.br/festabalone.
1º lote- R$ 20,00
Serviço:
Balonê Virtual – Dia: 01/08 – Sábado – 21 horas
Instagram: www.instagram.com/festa_balone/

Facebook: https://bit.ly/BALONEVIRTUAL
Ao adquirir seu ingresso, você recebe um link em seu e-mail (ou na aba “Meus ingressos”) para acessar a sala virtual do Zoom na hora em que começa a festa, podendo entrar e sair quantas vezes quiser da sala, com ou sem webcam. Não esqueça de baixar o aplicativo Zoom com antecedência (recomendamos usar o notebook e usar caixas de som externas para ter uma melhor experiência, mas é possível baixar no celular ou tablet). Para usar o Sympla você pode se logar usando sua conta do Facebook.

SINDHA

O Sindha – Sindicato de Hospedagem e Alimentação de POA e Região acaba de protocolar uma carta à Prefeitura de Porto Alegre onde faz uma nova investida pedindo a reabertura gradual, responsável e sustentável da gastronomia, destacando a “situação insustentável” enfrentada pelo setor.

Com carta ao prefeito, Sindha pressiona por reabertura do setor na Capital Setor da gastronomia afirma que chegou ao seu limite: “Este é o nosso último manifesto e ele pede socorro”

Em nova investida para obter a liberação das operações de bares e restaurantes em Porto Alegre, com uma reabertura gradual, responsável e sustentável, o Sindha – Sindicato de Hospedagem e Alimentação de POA e Região protocolou uma carta, endereçada ao prefeito Nelson Marchezan Júnior, oficializando o pedido e destacando a “situação insustentável”enfrentada pelo setor.

No texto, assinado pelo presidente Henry Chmelnitsky, a entidade reitera que “a falta de previsibilidade e a incerteza de decisões com a qual tivemos que conviver nos gerou um índice enorme de desemprego e falência das empresas”. Além disso, o material também ressalta a posição sempre proativa do setor, que desde o início do enfrentamento da pandemia apresentou protocolos e propôs ações para operações viáveis e seguras.

Na carta, os restauranteiros também pedem à Prefeitura a suspensão da cobrança do IPTU comercial, além de plano de parcelamento em 12 meses, a partir de Outubro de 2020, e desconto extra de 5% aos empresários que efetuarem seus pagamentos em dia.

Confira o texto da carta na íntegra:

“Vimos por meio desta reiterar nosso pedido de reabertura gradual, responsável e segura dos bares e restaurantes da cidade de Porto Alegre. O setor da gastronomia na Capital Gaúcha e Região Metropolitana chegou a uma situação insustentável. Desde o início do enfrentamento da pandemia, buscamos dialogar, propor e construir saídas possíveis para o atual momento, mas a falta de previsibilidade e a incerteza de decisões com a qual tivemos que conviver nos gerou um índice enorme de desemprego e falência das empresas.

Nosso setor, que é sempre lembrado pelo caráter de empregabilidade e reinvenção, já acumula números assombrosos. Chegamos, de fato, ao nosso limite. A situação é difícil, crítica e assustadora. Não há mais como manter nossos negócios com a realidade em que nos encontramos. Precisamos de decisões imediatas e perspectivas de futuro que nos possibilitem operar e que esse retorno aconteça de forma responsável e sustentável, premissas que sempre priorizamos em cada fase deste período e que seguimos prontos para priorizá-las. O que nos faz ressaltar, inclusive, que este efeito “abre e fecha” nos causou prejuízos que custarão meses a fio para serem tratados. É um quadro extremamente lamentável.

Com a mesma firmeza e necessidade de urgência que solicitamos a decisão de abertura para que possamos salvar o que ainda resta da nossa economia, também mantemos nossa posição proativa em propor ações globais que visam manter o distanciamento social adequado. Entendemos que o enfrentamento deve ser coletivo e que este passa por diversos setores para que possamos vislumbrar essas saídas sustentáveis. Não há mais como sacrificar um setor em nome de medidas que não responsabilizam todas as esferas da nossa sociedade.

Ainda no campo específico da gastronomia, solicitamos que cobranças sejam reavaliadas para que a realidade financeira seja um pouco menos dura aos empresários do setor. Por isso, pedimos que avalie a possibilidade de suspensão da cobrança do IPTU comercial, além de plano de parcelamento em 12 meses, a partir de Outubro de 2020. Ainda, considerar que a mesma Lei possa prever um desconto extra de 5% aos que continuarem efetuando seus pagamentos em dia.

Certos de que o senhor prefeito entende a grave situação em que o setor se encontra, chegando, de fato, ao seu limite econômico e prático, e considerando as ações sugeridas como exemplo de nossa postura consciente – ao passo que pedimos para manter operações abertas e vislumbramos cenários realistas, aplicados e supervisionados, contamos com a sua apreciação e consideração aos termos aqui apresentados, aguardando uma ação imediata por parte do Executivo Municipal. Este é o nosso último manifesto e ele pede socorro.”

SINDIRÁDIO

“Precisamos enfrentar estes momentos para crescer”, afirma especialista em evento sobre publicidade em tempos de pandemia Arthur Bender participou de encontro on-line promovido pelo Sindicato das Empresas de Rádio e TV do RS na tarde de quarta-feira, 29.

Aprender com a crise e entender melhor como estes movimentos podem ser benéficos para as empresas foi um dos assuntos abordados pelo especialista em posicionamento de marcas, escritor e palestrante Arthur Bender na tarde desta quarta-feira, 29 de julho, no evento on-line promovido pelo Sindicato das Empresas de Rádio e TV do RS (SindiRádio) com o tema “Publicidade em tempos de pandemia – Oportunidades para Rádio e TV”.

De acordo com Arthur, olhar o mundo de uma forma diferente e se questionar sobre outras possibilidades pode ser uma das saídas para enfrentar estes momentos de crise. “Precisamos nos desapegar das certezas e nos colocar na condição de aprendiz, aprender com a crise.

Há alguns anos atrás tínhamos um discurso muito forte sobre marcas poderosas, amadas e respeitadas, era uma relação totalmente vertical. Hoje o consumidor tem tanto poder que conseguiu horizontalizar esta relação, formando um diálogo, que é o que as redes sociais nos permitem atualmente”.

O especialista defende que o consumidor não é mais acertado como um alvo, mas busca marcas e veículos como fonte de informação. “O cliente é o centro desse novo ecossistema da comunicação. Mantêm-se esta relação de diálogo não somente pelos serviços e produtos oferecidos, mas pelo conteúdo informativo que eu ofereço pra ele”, ressalta Arthur.

Ele destaca, também, que a confiança é vital para os veículos de comunicação. “O rádio precisa ser amigo de todos os outros veículos de comunicação para fazer composições inteligentes com outros meios, inclusive com a internet. O áudio é um conteúdo bom que sempre vai gerar demanda”.

Valorização do local

Além da Instantaneidade e informações que o rádio permite, outro ponto que pode ser aliado dos veículos de comunicação é a valorização do local. “As pessoas querem saber sobre sua cidade, seu bairro, sua rua, muito especificamente. Vejo o poder das rádios do interior justamente por isso, saber do seu território. A oportunidade de se estar conectado com a sua comunidade.

A presidente do SindiRádio, Christina Gadret, finalizou o encontro, que contou com lotação máxima da sala virtual, falando sobre importância do tema do evento para o rádio. “Saímos da zona de conforto e tivemos a oportunidade de visualizar tudo de forma muito diádica. Isso torna todas estas situações apresentadas pelo Arthur muito mais transparentes. Pois além de ser uma fonte confiável da notícia, o rádio é uma plataforma gratuita e confiável”, finalizou.

HEINEKEN

O Grupo HEINEKEN no Brasil, segunda maior cervejaria do País, abriu segunda-feira (27) as inscrições para o Leadership Experiences HEINEKEN, programa focado no desenvolvimento acelerado de jovens profissionais para cargos de liderança. Os interessados terão de 27 de julho a 11 de setembro para se inscreverem para a terceira edição do programa, que terá início em fevereiro de 2021.Com um plano de 12 meses, que leva os escolhidos a conhecerem de perto todos os processos da companhia em diferentes localidades do Brasil, o programa aprimora conhecimentos diversos com trilhas especializadas de desenvolvimento, por isso, busca profissionais que sejam protagonistas, tenham vontade de crescer e sede de desafio.

Nessa edição, todo o processo seletivo será online, com o uso de realidade virtual e adaptado para deficientes auditivos e visuais, podcasts com participantes do programa contando sobre sua experiência e cultura da companhia, também com acessibilidade para pessoas com deficiência auditiva com transcrição de todos os episódios, além de um chatbot conhecido como Dandara, que auxiliará e acompanhará os candidatos com dúvidas durante todo o processo. Ao todo, serão 20 vagas disponíveis e, ao final, os jovens poderão assumir posições de gestão na companhia.

A escolha dos novos talentos olha cuidadosamente tanto para o potencial dos inscritos, quanto para a diversidade dos times, assim como é feito em todos os processos de seleção dos novos colaboradores do Grupo HEINEKEN. Para o Leadership Experiences, especificamente, a construção do processo teve o apoio da consultoria Mais Diversidade, que também acompanha as estratégias do comitê de Inclusão e Diversidade do Grupo. Para que possamos de fato desenvolver profissionais capacitados e protagonistas de suas carreiras, e ainda crescermos como empresa, entendemos que é fundamental ter a diversidade trabalhando ao nosso lado, comenta Luana Moraes, Gerente Sênior da área de Talent Acquisition da companhia. Desde sua primeira edição em 2018, o programa já recebeu mais de 20 mil inscritos. Para unir os profissionais que já participaram e ouvir suas percepções, a companhia criou um podcast exclusivo para eles, no qual esses jovens líderes contam como a experiência foi importante para o seu desenvolvimento.

O conteúdo pode ser acessado via O Podcast. Marina Amaral, Ex-Leadership Experience HEINEKEN e atual Coordenadora de Envase da Cervejaria de Itu, conta que todo o processo fez com que ela entendesse as competências que uma líder precisa ter. Eu não esperava enfrentar todos aqueles desafios, mas agradeço aos gestores que cuidaram do meu desenvolvimento, eles fizeram a diferença. Para desenvolver o meu perfil de liderança, procurei desafios na minha área, coordenando equipes pequenas e o mais gratificante foi receber os agradecimentos das pessoas que liderei. Hoje, eu acordo com vontade de fazer acontecer, porque sei que estou no lugar certo, afirma.

Todo o processo será conduzido em parceria com a Matchbox, consultoria especializada em talentos e que imprimiu o seu olhar de inovação dentro da temática de inclusão e diversidade no projeto dedicado ao Grupo HEINEKEN. Mesmo com o distanciamento social, nosso objetivo foi de nos aproximarmos dos candidatos por meio de propostas inclusivas, como um hotsite 100% acessível para pessoas com deficiência visual, com vídeos interativos que também terão toda a acessibilidade necessária, por exemplo. Conseguimos chegar em um resultado muito bacana junto com a Matchbox, completa Luana.

Nesta edição, o Grupo HEINEKEN proporcionará para todos os candidatos uma experiência de autoconhecimento e desenvolvimento de liderança para auxiliar todos os participantes nessa jornada.

Mais informações em: https://leadershipexperiences.com.br/

Pré-requisitos para inscrição no Leadership Experiences HEINEKEN :

Poderão se inscrever os profissionais graduados em cursos universitários de bacharelado, licenciatura ou tecnólogo, entre 2014 e 2018 com total mobilidade nacional durante e após o término do programa. O processo de seleção avalia as habilidades de liderança dos inscritos, agilidade no aprendizado e o desejo de protagonizar na carreira. O conhecimento de língua inglesa de nível intermediário será um fator avaliado, mas não obrigatório.

Serviço:

Leadership Experiences HEINEKEN

Período de inscrições: de 27 de julho a 11 de setembro de 2020

Graduações elegíveis: todas as graduações são bem-vindas

Canal para as inscrições: https://leadershipexperiences.com.br/

MILIONÁRIOS PELA HUMANIDADE

Cerca de 80 milionários dos Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha, Nova Zelândia, Canadá e Holanda assinaram uma carta pedindo aos governos que aumentem os impostos cobrados deles e dos mais ricos do mundo para combater os efeitos da pandemia. Chamado de “Milionários pela Humanidade”, o grupo inclui herdeiros como Abigail e Tim Disney e o co-fundador da marca de sorvetes Ben and Jerry’s, Jerry Greenfield. A coalizão alertou que a crise pode “durar décadas” e “levar meio bilhão de pessoas à pobreza”. A lista não inclui nenhum nome do Brasil, onde o número de milionários cresceu 7% e alcançou 199 mil no ano passado.

ACELERADOR DIGITAL

A Covid-19 foi o acelerador digital da década, afirma a pesquisa da plataforma de comunicação em nuvem Twilio. A pandemia acelerou a estratégia de comunicação digital das empresas em uma média de seis anos. A grande maioria (97%) dos tomadores de decisão corporativos acredita que a pandemia acelerou a transformação digital de sua empresa. E a comunicação digital é a nova força vital para os negócios, 92% dos entrevistados dizem que transformar as comunicações digitais é extremamente ou muito crítico para enfrentar os desafios atuais dos negócios.

Inibidores que antes desaceleravam os investimentos em inovação foram quebrados devido à urgência de resposta causada pela pandemia. Mais de três em cada quatro participantes (79%) da pesquisa dizem que a Covid-19 aumentou o orçamento para a transformação digital. As empresas relatam o alívio de barreiras como: falta de estratégia clara (37%), obtenção de aprovação do executivo (37%), relutância em substituir o software legado (35%) e falta de tempo (34%).

KODAK

A lendária marca de fotografia Eastman Kodak vai começar a fabricar produtos farmacêuticos e medicamentos, em meio à pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Ao anunciar a novidade, a empresa destacou que a iniciativa deverá gerar 360 empregos diretos e 1.200 indiretos.

“Ao alavancar nossa vasta infraestrutura, nossa profunda experiência na fabricação de produtos químicos e nossa herança de inovação e qualidade, a Kodak desempenhará um papel fundamental no retorno de uma cadeia de suprimentos farmacêuticos americanos e confiáveis”, disse o executivo-chefe da empresa, Jim Continenza, em comunicado à imprensa.

A iniciativa foi financiada por um empréstimo realizado junto à Corporação Internacional de Financiamento ao Desenvolvimento dos Estados Unidos (DFC), que forneceu o dinheiro para a criação da Kodak Pharmaceuticals, que “produzirá componentes farmacêuticos que foram identificados como essenciais, mas caíram em uma escassez crônica nacional”, destacou a companhia no informativo.

Segundo a agência France Presse, a Kodak assinou uma carta de interesse com a DFC, na terça-feira (28/07), informando que produzirá “até 25% dos ingredientes farmacêuticos ativos usados em medicamentos genéricos não biológicos e não antibacterianos”.

Esse financiamento concedido pela DFC é o primeiro realizado logo após o presidente americano, Donald Trump, assinar um decreto executivo, em maio de 2020, incentivando a fabricação nacional de produtos necessários para combater o novo coronavírus.

Segundo a DFC, apesar dos americanos consumirem cerca de 40% dos insumos usados para desenvolver medicamentos genéricos em todo o mundo, apenas 10% dessa quantia são fabricadas nos Estados Unidos.

“Temos o prazer de apoiar a Kodak nesse novo e ousado empreendimento”, declarou o diretor da DFC, Adam Boehler. “Nossa colaboração com esta empresa americana icônica promoverá saúde e segurança em nosso país e no mundo”, completou.

ECONOMIA

A mediana das projeções do mercado para a variação do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro em 2020 voltou a subir, de -5,95% para -5,77%, no Relatório Focus, do Banco Central (BC), divulgado segunda-feira (27) com estimativas coletadas até o fim da semana passada.

Foi a quarta revisão consecutiva feita pelo mercado para a projeção do PIB, que até o início de julho estava em 6,5%, segundo a mediana.

Para 2021, o ponto-médio das expectativas ficou em 3,50%, com economistas ajustando as apostas na recuperação de parte das perdas deste ano no próximo.

IPCA

A mediana das projeções dos economistas do mercado para a inflação oficial em 2020 caiu de 1,72% para 1,67%, segundo o Relatório Focus, do Banco Central (BC).

Para 2021, o ponto-médio das expectativas para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) manteve-se em 3,00%.

Entre os economistas que mais acertam as previsões, os chamados Top 5, de médio prazo, a mediana para a inflação oficial caiu de 1,58% para 1,51%, em 2020 e aumentou de 2,72% para 2,78% em 2021.

A meta de inflação a ser perseguida pelo BC é de 4,00% em 2020, 3,75% em 2021 e 3,50% para 2022, sempre com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo.

SELIC

A mediana das estimativas para a taxa básica de juros no fim de 2020 manteve-se em 2,00%, na estimativa que inclui todo o mercado, e reduzida de 2,00% para 1,88% entre os Top 5.

Para 2021, a projeção para a Selic permaneceu em 3,00% entre os economistas em geral e foi de 2,38% para 2,25%, entre os campeões de acertos.

DÓLAR

A mediana das estimativas para o dólar no fim deste ano foi mantida em R$ 5,20. Para 2021, o ponto-médio das projeções também permaneceu em R$ 5,00 entre uma semana e outra.

Entre o Top 5, a mediana das apostas diminuiu de R$ 5,30 para R$ 5,25 no fim de 2020 e recuou de R$ 5,30 para R$ 5,10 em 2021.

INVESTIMENTOS

Reserva de emergência: é possível investir na pandemia?

Crise econômica ocasionada pelo novo coronavírus exige organização e criação de hábitos econômicos, aponta especialista.

A pandemia do novo coronavírus trouxe consequências na renda de milhares de brasileiros. Com a instabilidade econômica no país, organizar as despesas e pensar em investimentos neste momento pode parecer complicado, mas não é impossível. É o que explica Bernardo Pascowitch, fundador do Yubb (www.yubb.com.br), maior buscador de investimentos do Brasil.

Uma solução para este momento que vivemos é a criação de uma reserva de emergência que, como o nome sugere, é um dinheiro a ser guardado e que deve ser usado apenas em casos emergenciais pondera Bernardo. Para saber o quanto uma pessoa precisa juntar, é necessário que ela tenha um controle dos seus gastos essenciais.

É importante anotar quais são os gastos em alimentação, moradia, água, luz, telefone, gasolina e outras despesas fixas. E a soma desses valores indicará qual é o custo de vida mensal da pessoa. Na reserva de emergência, não podemos contar com o valor correspondente a apenas um mês. O mínimo é juntar o valor correspondente a seis meses, sendo 12 meses o ideal. Claro que não será simples guardar esse dinheiro, mas a pessoa pode fazer isso aos poucos, com disciplina.

O especialista aponta que bons investidores desenvolvem hábitos, e ressalta que a pessoa deve ficar sempre atenta à sua condição financeira atual. O importante é entender que, assim que receber o salário, ela deve separar uma quantia para a reserva de emergência. Mas ela não deve se comprometer com o que não consegue arcar. Comece aos poucos, com R$ 30,00, R$ 50,00 ou R$ 100,00, e vá aumentando o complementa.

Após juntar o dinheiro, o desafio seguinte é escolher onde investi-lo. A reserva de emergência precisa estar em investimentos de renda fixa com baixo risco e liquidez diária. Apesar de não serem os investimentos mais rentáveis do mercado, são os mais seguros pontua Bernardo. E mesmo sendo a forma de investimento mais popular no país, a poupança não é recomendada. O problema da poupança é seu baixo rendimento. É importante buscar outras opções de investimento em renda fixa que tenham um melhor rendimento, mas com a mesma segurança que a poupança oferece, como CDB, LCI, LCA e fundos de renda fixa.

É possível investir além da reserva de emergência para as pessoas que possuem renda além da reserva de emergência, Bernardo Pascowitch explica como é possível investir. A pessoa precisa estar ciente que, com a volatilidade que vivemos hoje, só se deve investir na bolsa de valores aquele dinheiro que se pode perder, que não é essencial para a sobrevivência explica.

O especialista ressalta que, mesmo que ninguém queira perder dinheiro, é importante considerar essa hipótese antes de investir. Ninguém sabe quando o mercado vai se recuperar totalmente e, por ser um momento delicado, é preciso ter cautela. O passo seguinte, após definir a quantia, é pesquisar sobre os ativos em que a pessoa deseja investir seu dinheiro. No caso de ações, é necessário saber o porquê se está investindo em determinada empresa, e não apenas acompanhar as dicas de especialistas do mercado.

Por fim, é importante escolher uma corretora que não cobre taxas. Para isso, o Yubb criou um Guia de Melhores Empresas de Investimento, disponível gratuitamente em seu site oficial. Como tudo está tão volátil e complicado, ninguém quer gastar dinheiro em taxas ou custos desnecessários. Escolha empresas em que você vai economizar o máximo possível;, conclui Bernardo.

CONFIANÇA DO TRABALHADOR

Você tem confiança no futuro? Após fazer essa pergunta a mais de 2.500 profissionais no Brasil, o LinkedIn lança o Índice de Confiança do Trabalhador — uma “fotografia” do grau de otimismo dos brasileiros quanto ao futuro de sua carreira e de suas finanças. O Índice será publicado periodicamente para medir a confiança do trabalhador diante de persistentes turbulências e incertezas econômicas no país.

Confira os destaques da primeira edição do Índice de Confiança do Trabalhador do LinkedIn. A pesquisa foi feita em duas etapas entre os dias 1º e 28 de junho no país:

A Confiança Individual, que mede o otimismo com a segurança do próprio emprego, as perspectivas financeiras e a chance de progressão na carreira, é de 51 no Brasil, em uma escala que vai de -100 a +100.

A geração X (com idade entre 40 e 54 anos) é a mais confiante, com 56 pontos. Os mais pessimistas são os Baby Boomers (acima de 55 anos), com 44 pontos.

Apenas 21% dos Baby Boomers acreditam que sua renda vai aumentar nos próximos 6 meses. A proporção é de 30% para a geração Z (menos de 25 anos de idade).

Cerca de 30% dos brasileiros acreditam que as vagas de emprego vão diminuir nas próximas duas semanas. A porcentagem é mais alta entre funcionários de empresas de grande porte, com 39%.

Profissionais que atuam em pequenos negócios são os mais confiantes quanto ao futuro do seu empregador: 71% deles acreditam que a situação da empresa vai melhorar daqui a um ano. Entre funcionários de empresas de médio e grande porte, a proporção é de 65% e 62%, respectivamente.

MERCADO GAMER

A 7ª edição da Pesquisa Game Brasil (PGB), realizada pelo Sioux Group, através da unidade de negócios Go Gamers, ESPM e Blend New Research, mapeou as marcas mais lembradas pelos gamers brasileiros em diferentes segmentos.

O estudo, que ouviu 5.830 pessoas em 26 Estados e no Distrito Federal, no mês de fevereiro, aponta que três em cada quatro brasileiros, ou seja, cerca de 73,4%, jogam jogos eletrônicos. Um crescimento de 7,1% em relação a 2019.

Entre as marcas que lideram a preferência dos usuários em suas categorias estão: Vivo, Ruffles, Guaraná, Uber, Red Bull, iFood, Boticário, Mastercard, Honda e Nubank.

“Fortalecer o cenário de jogos eletrônicos no Brasil é um desejo de muitos players do mercado. E as marcas que já adotam essa missão no seu escopo de investimentos, independentemente do tipo de apoio, avançam uma casa em direção à mente do público gamer”, diz Carlos Silva, Head de Gaming da Go Gamers.

Confira abaixo o Top 3 das marcas preferidas pelo público de jogos eletrônicos no Brasil.

BANCOS
1 – Nubank
2 – Caixa Econômica Federal
3 – Banco do Brasil

CARROS
1 – Honda
2 – Chevrolet
3 – Mercedes

CARTÕES
1 – Mastercard
2 – Visa
3 – Elo

COSMÉTICOS
1 – Boticário
2 – Natura
3 – Johnson & Johnson

DELIVERY
1 – iFood
2 – Uber Eats
3 – Mc Donald’s

ENERGÉTICOS
1 – Red Bull
2 – TNT
3 – Monster

MOBILIDADE
1 – Uber
2 – 99
3 – Easy Taxi

REFRIGERANTES
1 – Guaraná
2 – Coca Cola
3 – Fanta

SALGADINHOS
1 – Ruffles
2 – Doritos
3 – Cheetos

TELEFONIA
1 – Vivo
2 – Claro
3 – Tim

LEIA MAIS

DESTAQUE: Vereadores alteram regras para exibição de mídia em edificações

ESPECIAL: Netflix está cada vez mais próxima de se tornar o principal serviço de TV por assinatura nos EUA

VÍDEOS: Publicis cria filme para o Carrefour comemorando o Dia dos Pais

ENTREVISTAS: José Roberto Maciel, CEO do SBT

Tem OPINIÃO, CHARGE do talentoso Cado Bottega e ARTIGOS: do brilhante Prof.Dr.Dado Schneider; João Satt Filho, CEO G5; Guilherme Novello; Silvio Teltembaum, Administrador de Empresas; Fernanda Brunsizian e do nosso articulista e do nosso articulista José Maurício Pires Alves.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *